Política a conta-gotas…

‘Bendito entre as mulheres’

O ‘mascarado…’

E quando tudo parecia terminar na cassação de Antônio Mineiro, na fatídica noite em que Brejão e seus pupilos já cantavam a vitória, entra em ação o poder de articulação da bancada feminina do Legislativo – Ângela, Thálitha e Adriana – que através da influência digital, lotou o plenário da Câmara com manifestações ‘pró-Mineiro’ e, com os ‘embargos auriculares’ entre os vereadores, começaram a desbancar a bancada dos ‘maus-maus’.

Rodolfo Veterinário teve chilique e baixou Pronto Socorro, Felipe Piscina resolveu botar a mão na consciência, seguido de Rogéria Lucas, que reconsiderou e aí, vitória da democracia. Salvaram a pele, quer dizer, o mandato do prefeito…

 

Na mira do TJ

Magrão confere ofício com os colegas

Repercutiu entre os formadores de opinião de Pinda o ‘limpa que a Justiça’ fez nos projetos inconstitucionais que alguns vereadores tentaram imputar no município, com peso ao erário público. Magrão, Norbertino, Rogério Ramos e até o ex-vereador Jânio Lerário fazem parte da lista das inconstitucionalidades apontadas pelo Ministério Público em ação direta ao Tribunal de Justiça.

De acordo com os cientistas da política local, se o prefeito Isael Domingues não tivesse vetado todos estes projetos, ele que estaria em cheque agora com os ‘homens da toga’. Perguntem ao presidente da Câmara, o Cal!!!

 

Fogo no parquinho

Piscina e Max, Fênix e Carlos da Saúde

E a novela da ‘cassação’ de Antonio Mineiro em Cachoeira Paulista teve seu capítulo final na madrugada desta terça-feira, com placar inusitado. Apenas Brejão e Léo Fenix mantiveram seus votos para cassar.

O resto da patuleia, digo, dos vereadores que prometiam acabar com o mandato do prefeito, inclusive o Bebe do Salário Mínimo e Max do Casemiro, no momento que viram o ‘circo pegando fogo’, preferiram mudar o voto para tentar suavizar o Mineiro que, além de continuar prefeito, com certeza promete o troco a cada um no momento certo. Quem viver, verá…

 

 

Vai que cola…

Ana Alice

Para quem pensou já ter ‘visto de tudo’ quando o assunto é Câmara Municipal, ficou surpreso com o pessoal de Aparecida, quer dizer, da presidente Ana Alice, em seu último ato na presidência da Casa: decretou sumariamente e unilateralmente a extinção do mandato de um vereador! Tá certo que se tratava de André Monteiro – que incomoda muita gente, em especial a ela, propriamente dito. Mas já pensou se a moda pega?

 

 

Tiro no pé!!!

André Monteiro

A repercussão da extinção do mandato de André Monteiro – por obra e graça da ‘presidenta’ Ana Alice – está dando muito o que falar nas rodas políticas da Capital Mariana, popularidade excessiva à ‘vítima’ e preocupação nos concorrentes ao Executivo de 2024.

Motivo, é que André corre o risco de sair de vítima a herói da história, ganhando forças para prefeiturar, ainda mais com a possibilidade de ter Toni Tuma nos bastidores ou como vice. Tadinho daquele candidato ‘bem alimentado’ e que acorda tarde…

 

 

Sob nova direção

Ainda sobre a Câmara de Aparecida, o barraco que Ana Alice – em seus suspiros finais na presidência – armou contra o André e foi tão surpreendente, que praticamente roubou a cena mais importante da última sessão, a eleição de Gu Castro como próximo presidente e sua nova mesa diretora. Gu, como é conhecido, tem a missão de retomar a estabilidade política da Casa de Leis. O bom é que ele tem capacidade para isso.

Amigo público…

…inimigos ocultos – Parece que o bom desempenho da gestão de Fábio Longuinho, frente a presidência da Câmara de Lorena, tem incomodado ‘muita gente’. Essa semana, antevéspera do Natal, ‘uma das mãos amigas’ tentou jogar no seu colo, quer dizer, no caixa do Legislativo, a obrigação de uma eventual parcela do fundo emergencial municipal às famílias carentes. Disseram que até o prefeito Sylvio Ballerini ‘caiu no conto’.

 

E por falar em Câmara…

Fábio Longuinho

…de Lorena o presidente Fabio Longuinho deu prévia, esta semana, do fechamento do seu primeiro ano no comando do Legislativo com saldo positivo dos trabalhos e a expectativa da devolução próxima a R$ 1 milhão, como resultado da economia dos recursos do duodécimo.

Parte destes valores que estão sendo retornados aos cofres do Executivo, R$ 124 mil são referentes a contratos e empenhos que herdou de seu antecessor Fradique, que decidiu extinguir por julgar desnecessários. Longuinho sugeriu ao prefeito Sylvio Ballerini reverter estes recursos da Casa de Leis em bônus a todos funcionários concursados da Prefeitura.

 

E por falar em prefeito…

Sylvio Ballerini

…prefeito Sylvio Ballerini, digo, Lorena, a cidade foi incluída em mais um pacote de melhorias do governo João Doria. Desta vez, até o público da causa animal o aplaudiu.

Entre os três convênios que liberaram R$ 250 mil para construção de um campo de futebol na Cecap e vários cursos para o Fundo Social, destaque para o programa estadual “Meu Pet”, com investimento de R$ 5 milhões para construção, implantação e equipamentos de um consultório veterinário para múltiplos procedimentos.

De acordo com o gabinete, a contrapartida da Prefeitura será a cessão da área em torno de 480 m².

 

Ele ou nós?

Circulou entre os entendidos de política do Ponto Chique que um grupo de filiados do MDB de Guará combinou um ‘xeque-mate’ na liderança do partido: “ele ou nós?”. Segundo a patuleia da Praça, parece que o encontro do ‘tira-teima’ ainda não rolou porque ainda não sabem quem de fato está na liderança. Detalhe, por ironia, o indesejado é a figura questionada pelo grupo…

 

Fechando o ano…

Muito a fazer em pouco...

Marcus Soliva

…tempo – Com a cidade entre as cem mais atrativas do país nos setores de agronegócio, mercado imobiliário e serviços, Soliva comanda recursos que devem ultrapassar os R$ 100 milhões de investimentos no próximo ano.

Modernização e criatividade administrativa têm sido a base para ordenar os futuros investimentos com a chegada do aeroporto abrindo novas possibilidades.

 

 

Sete metas importantes…

Thales Gabriel

…pela frente – Focando nos próximos anos, Thales pretende entregar o Hospital Regional, trabalhar o projeto do Shopping, concluir a Estação de Tratamento de Esgoto, potencializar o Trem Turístico, avançar com as novas Vias Urbanas a infraestrutura para o novo Distrito Industrial e estabelecer a nova sede da Prefeitura com a instalação do Poupatempo.

 

 

Economia e transparência…

Rominho

…gerando crescimento – justifica a geração de empregos e a multiplicação dos CNPJ’s na cidade, afirma Rominho.

Com um orçamento municipal estimado de R$ 35 milhões, acrescido de mais R$ 22 milhões de investimentos no tratamento de esgoto, o prefeito fecha o ano com o start de outras nove grandes obras que devem alavancar a geração de renda da população.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?