Polícia Civil tenta esclarecer morte de jornalista carbonizado em Ubatuba

Poça de sangue é encontrada próxima ao corpo; vítima tinha uma página de notícias com quase 17 mil seguidores

Jornalista Tcheller, que tem morte investigada pela Polícia Civil (Foto: Arquivo Pessoal)

Lucas Barbosa
Ubatuba

Trabalhando com a hipótese de assassinato, a Polícia Civil de Ubatuba abriu um inquérito para apurar a morte de um jornalista de 30 anos, ocorrida na madrugada da última quarta-feira (22) em sua casa no bairro Lázaro. Dono de uma página de notícias na internet, Fábricio Costa, mais conhecido como Fábricio Tcheller, teve o corpo carbonizado.

De acordo com o boletim de ocorrência, vizinhos do jornalista acionaram o Corpo de Bombeiros por volta das 5h30, após perceberem que sua casa, na rua Marginal, estava em chamas. Ao chegar no local indicado, os bombeiros constataram que o fogo já havia sido apagado por moradores da via, mas o interior do imóvel estava com uma grande camada de fumaça.

Após arrombar a porta da residência, os bombeiros se depararam com o corpo de Tcheller, carbonizado em cima de sua cama no quarto. Além de documentos e o aparelho celular do morador, os agentes encontraram uma poça de sangue no chão do cômodo. O fato reforça a hipótese de que o jornalista possa ter sido vítima de homicídio doloso (quando existe a intenção de matar).

Buscando pistas para a elucidação do caso, uma equipe da Polícia Civil realizou uma perícia na casa de Tcheller, parcialmente destruída pelo incêndio. Nos próximos dias, a corporação convocará os depoimentos de amigos e familiares da vítima para tentar descobrir se ela estava sendo ameaçada por algum desafeto.

Dono da página “Tcheller Notícias” no Facebook, que possui quase 17 mil seguidores, o jornalista cobria os principais acontecimentos de Ubatuba. A última postagem do veículo de comunicação, que informava a prisão de um homem que havia caminhado nu pela praia Itaguá, foi publicada às 22h37 da última terça-feira (21), cerca de sete horas antes da confirmação da morte de Tcheller.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?