Corpo de Bombeiros intensifica combate ao incêndio na mata entre Cunha e Guará

Somente nos últimos dias, Pinda registrou três pontos de queimada; oficiais combateram ainda as chamadas na estrada Guará-Cunha

Trecho da SP – 171, entre Guará e Cunha com mata tomada pelo fogo (Foto: Reprodução)

Bruna Silva
RMVale 

A sequência de queimadas registradas nesta semana tem ampliado a preocupação com a área de mata na região. Apenas nos últimos dias, Pinda registrou três pontos de incêndios. Já em Guará, as chamas podiam ser vistas dos lados da rodovia SP-171, que liga a cidade a Cunha.

Devido ao tempo seco e de estiagem, as queimadas se tornaram mais comuns. Em Pindamonhangaba, as chamas se iniciaram na noite da última quarta-feira (16), conforme relatos de moradores que residem próximo ao Parque da Cidade.

No dia seguinte, houve registros de novos focos de incêndio, um no Parque da Cidade e outro no bairro do Castolira. Desde o fim da tarde da última quinta-feira (17), as equipes do Corpo de Bombeiros estiveram em conjunto com a Defesa Civil para combate ao fogo no final da Estrada dos Nogueiras, na zona rural.

Tempo seco contribui para queimadas na região (Foto: Marcelo Antunes)

No fim da manhã desta sexta-feira, os bombeiros continuavam no local em atendimento, há ainda a dificuldade de contato devido ausência de sinal de rádio e telefonia. O secretário de Segurança Pública, José Sodário Viana, e o diretor da Defesa Civil, Josué Bondioli estiveram no local acompanhando a ocorrência. Até o fechamento desta matéria, a causa do incêndio era desconhecida.

Guará também registrou queimada de mais de 15 mil metros, na noite de quinta-feira (17). Segundo informações dos oficiais, o fogo teria se iniciado por volta das 8h e tomado a área de vegetação nos dois sentidos da via. O incêndio de grandes proporções levou quatro horas para ser combatido, a ação contou com apoio de voluntários e bombeiros civis, não houve vítimas ou danos ao patrimônio.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?