Caraguá inicia testagem em pessoas em situação de vulnerabilidade social

Moradores de rua, crianças e adolescentes serão testados para a Covid-19; o objetivo é preservar a saúde e conter a doença que já infectou mais de trezentos no município

Barreira sanitária em Caraguatatuba; Prefeitura inicia testagem em pessoas em situação de vulnerabilidade social (Foto: Reprodução PMC)

Bruna Silva
Caraguatatuba

A secretaria de Saúde de Caraguatatuba anunciou, nesta semana, que deve iniciar as testagens em organizações sociais que abrigam dependentes químicos, pessoas em situação de rua, além de crianças e adolescentes.

Conforme informado pela Prefeitura, a ação ocorre depois de concluírem os exames em casas de permanências para idosos e clínicas que recebem pacientes de hemodiálise.

Aproximadamente quatrocentas testagens estarão disponíveis para a população que integra as sete instituições, entre elas a Casa do Caminho Novo, Casas Acolhida e Restitui. Concluída esta etapa, o Lar São Francisco receberá a equipe de saúde para a testagem de cem idosos que lá residem.

O foco da pasta responsável está em testar os grupos vulneráveis às situações de contrair a doença e também aqueles que pertencem aos grupos de risco como hipertensos, diabéticos e portadores de doenças crônicas.

Caraguatatuba fez um novo remanejamento das pessoas infectadas com o vírus, e passou a notificar somente os casos atendidos na cidade. Sendo assim, a secretaria de Saúde contabilizou 322 contaminados, desde o início da pandemia. Ao menos 25 pessoas faleceram devido às complicações da doença na cidade litorânea. Aproximadamente sessenta pacientes permanecem hospitalizados; sendo 15 deles na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) a taxa de ocupados dos leitos com respiradores é de 49%.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?