Caraguá amplia assistência e atende seis mil pessoas em situação de rua

Medida visa proteger população mais vulnerável; atenção redobrado para o inverno

Corte de cabelo gratuito está entre os serviços oferecidos aos moradores em situação de rua de Caraguá; cidade amplia assistência (Foto: Reprodução PMC)

Bruna Silva
Caraguatatuba

Com foco em proteger a população mais vulnerável, a secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania de Caraguatatuba promoveu, recentemente, a primeira Roda de Conversa sobre a População de Rua. Durante o evento, foi divulgado o dado de seis mil pessoas em situação de rua atendidas somente neste ano.

De acordo com os organizadores, o evento buscou discutir sobre as ações desempenhadas ainda neste ano. “É preciso debater, discutir e informar a sociedade dos aspectos sociais que envolvem as pessoas em situação de rua, principalmente nesse período em que as questões sociais decorrentes da pandemia se acentuam gravemente”, assegurou a diretora da Proteção Social Especial de Caraguá, Carmen Silvia.

O debate reuniu diversos setores da sociedade que trabalham diretamente com a causa, como representantes religiosos e associações. O evento foi marcado ainda pelo lançamento da campanha “Melhor que mudar um momento é muda a vida”, que busca conscientizar os moradores locais sobre a relevância do acolhimento às pessoas em situação de rua. O principal objetivo é apresentar a melhor forma de colaborar entrando em contato com serviços de abordagem social, como da Casa Cainho e a Restitui – Casa de Passagem.

De janeiro a agosto deste ano, a cidade realizou mais de 1,5 mil acolhimento e 5,6 mil abordagens à população de rua. O dado leva em consideração o levantamento realizado em colaboração entre o Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e as casas de acolhimento. Por outro lado, há alerta sobe os dados observados. Uma vez que eles são maiores que o último ano, em que 1,2 mil atendimentos foram realizados e 3,5 mil abordagens.

Em caso de identificação de pessoa em situação de rua, o cidadão poderá acionar a Casa de Caminho pelo telefone (12) 3887-6287, assim como a Restitui (12) 3600-2962 ou (12) 99753-0071. Além do Creas (12) 3886-2956.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?