Cachoeira inicia testagem para Covid-19 de 472 profissionais da Educação

Procedimento atende todos os servidores da rede municipal; retorno presencial dos alunos ainda não tem data definida

Movimento na frente da escola prof.ª Regina Pompéia Pinto, antes da pandemia; Cachoeira testa setor da Educação (Foto: Arquivo Atos)

Thales Siqueira
Cachoeira Paulista

A Prefeitura de Cachoeira Paulista deu início à testagem de todos os profissionais da Educação para Covid-19, na última quarta-feira (24). Segundo a administração municipal, serão testados ao todo 472 funcionários, incluindo secretários de escola, merendeiros, serventes e todos os empregados da secretaria.

O projeto é uma parceria com o Instituto Butantan, que visa o possível plano de retorno das aulas presenciais no município.

Nos últimos dias, cidades da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) apresentaram casos do novo coronavírus após a volta das aulas. Entre elas, São José dos Campos, que registrou 39 casos da Covid-19 entre alunos e professores desde a volta às aulas presenciais. Em Taubaté o retorno foi adiado por uma semana após registros de casos da doença entre funcionários de duas escolas.

Em Caçapava, uma professora de 32 anos da escola estadual Ministro José de Moura Rezende faleceu no último final de semana vítima da Covid-19. Apesar de ministrar no município, a profissional era residente de Cachoeira Paulista. Na última quinta-feira (25), a Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou que adiou o retorno da rede pública.

Segundo o secretário de Educação, Francis Guimarães, foi elaborada uma escala de testagens para evitar possíveis aglomerações no laboratório e agilizar o processo. A expectativa é de que o procedimento deva ser realizado em até nove dias.

Guimarães destacou ainda que é importante que todos os funcionários sejam testados, mas que quem optar por não realizar o teste deve assinar uma declaração afirmando que não teve interesse em fazer a testagem já que a ação não é obrigatória.

As aulas no primeiro bimestre estão sendo realizadas de forma online e a expectativa é que para o segundo bimestre letivo os alunos comecem a voltar de forma gradativa para as escolas. Para os alunos que não têm acesso à internet na zona rural está sendo encaminhado o material até as suas residências com o intuito de manter a qualidade do ensino.

Sobre uma possível testagem também dos alunos, um novo projeto está em fase de estudos.

Boletim epidemiológico – De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado, Cachoeira Paulista apresenta 1.131 casos positivos e 296 suspeitos. 38 estão em tratamento domiciliar e 7 em tratamento hospitalar (casos confirmados). Dois casos suspeitos estão internados no hospital. O número de internados em outras cidades é quatro e internados no município são cinco. A cidade soma 37 óbitos.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?