Política a conta-gotas…

Passarela eleitoral

Zé Louquinho

Rola pelas esquinas de Aparecida que o ex-prefeito Zé Louquinho já está em aquecimento para o futuro pleito eleitoral no município. Rolou casamento, treinamento na preparação dos deputados do PL para 2 de outubro, publicações de fotos do arquivo de lembranças e muitas, mas muitas conversas com os eleitores.

 

 

 

Água no chope!

Disseram que era muito bom pra ser verdade: “um caminhão – quer dizer a carga – cheia de carne de porco para garantir a merenda de bastante gente em Aparecida e a política de bastidores do prefeito Piriquito”. O problema foi um juiz da região que mandou devolver a carga apreendida numa blitz na Dutra. A doação da PRF à cidade tinha a finalidade de suprir, pelo menos por um momento, a comida de alguns assistidos pelas entidades da cidade.

Contrato, quer dizer…

…projeto de risco! Rola entre os bem informados de Aparecida que o prefeito Piriquito não deverá conseguir aprovar ‘goela abaixo’, na Câmara, o projeto que prolonga a permanência dos comissionados sem escolaridade na Prefeitura. Até os vereadores ‘mais chegados’ estão se esquivando em votar contra a Justiça, uma vez que o prazo de validade estipulado pelo Ministério Público termina este mês!!!

Receita que deu certo

Conversa com Piorino, acerta com Isael, e vice e versa. Esta tem sido a estratégia da administração pública de Pindamonhangaba, que pelo andar da carruagem e dos índices de aprovação do governo, demonstrados nas mais variadas pesquisas de opinião pública – inclusive da oposição – têm dado certo. De repente, a ‘química’ de trabalho entre a dupla “prefeito e vice” é algo a se considerar em face à transição de 2024.

Reino dividido

A 792 dias das eleições municipais, os cientistas políticos do mercadão de Pinda são unânimes em afirmar que se a vaidade manter Norbertinho longe de Vela e a ‘imponência’ conservar Rafael Goff isolado, ‘bingo’!!! Com facilidade, o eletrizante prefeito Isael Domingues fará seu sucessor, ainda mais com um ‘leque de opções’ para vice dentro de sua própria administração. Perguntem ao Roderley Miotto, que cresce em simpatia em toda classe produtiva no município!!!

Crime ou estelionato…

…eleitoral? Parece que é notório, entre os bem informados de Pinda, que bastou se aproximarem as eleições, os metalúrgicos começaram a intensificar as mobilizações dos funcionários nas portas das indústrias, onde coincidentemente o candidato a deputado pelo PT faz suas aparições, como quem não tem nada a ver com a história. Disseram que vai rolar denúncia na Justiça Eleitoral.

Perguntar não ofende

Que bicho mordeu o vereador Gilson Magrin, que resolveu abrir a ‘caixinha de ferramentas’ contra a administração pública de Pinda? Seria carência de atenção ou ‘alguém do governo’esbarrou em algum interesse do nobre parlamentar?

Pé no chão, olho no…

…eleitor É consenso entre os pensadores de Guaratinguetá que a temporada de caça aos votos municipais que se aproxima – menos de 159 semanas – estará propícia ao estilo político de Junior Filippo, o famoso jeitinho ‘coronelesco’ de comer pelas beiradas e ganhar no abraço. Enquanto os notáveis do governo disputam o tamanho da vaidade e quem poderia ‘papar a eleição’, o ex-prefeito nada de braçadas no eleitorado discutindo a continuidade dos bons projetos e revelando os novos que deverão pontuar seu plano de governo.

Litigância de má-fé

Deveria ser proibido, com pena de processo-crime, postulantes se lançarem candidatos sem combinar previamente com os eleitores. Pelo que se ouve em alto e bom tom nas principais rodas políticas na Terra de Frei Galvão, é que tem candidato, digo, candidatos, que não conseguem nem serem conhecidos na zona rural do município, que dirá nas cidades da região – com raríssima exceção – e se metem numa disputa para não chegarem a lugar algum. Qualquer semelhança com os dois ‘patetas’ que cumprem expediente na Avenida João Pessoa, não se trata de mera semelhança. Espere 3 de outubro pra ver…

Fato novo

Quem diria que um dia a cúpula de uma instituição financeira respeitável como a Caixa Federal procuraria a Prefeitura de Cachoeira Paulista para oferecer créditos, ao invés de cobrá-los. Pois isso foi que aconteceu. Essa semana a superintendência da CEF, com a gerencia local, acompanhada da supervisão de filiais, estiveram reunidos com o prefeito Antonio Mineiro e sua equipe de gestão, para informar a liberação de um crédito de R$ 5 milhões – via Finisa, para infraestrutura.

Agora é quase oficial

Como profetizado por esta coluna meses atrás, o médico Edson Riccomi – agora Republicanos – declarou em alto e bom som sua intenção de concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa por Guaratinguetá. Com Riccomi na disputa, uma quantidade significativa de votos segmentados da região deve fortalecer a representatividade da cidade.

O que é do homem…

…o bicho não come! Boa parte do mercado político de Guará reagiu ao anúncio da candidatura de Edson Riccomi como uma eventual disputa de holofotes com o também candidato a estadual Regis Yasumura, com vistas a 2024. Sobre a concorrência à Assembleia Legislativa, muitos acreditam que ambos os candidatos têm votos diferenciados. Ou seja, com raras exceções, um não atrapalha o outro…

Tom crítico

A devolução do prédio histórico da Praça Conselheiro Rodrigues Alves – onde seria a nova sede do Legislativo de Guaratinguetá – à Prefeitura, sem uma consulta popular, gerou críticas à conduta administrativa do presidente da Câmara, Arilson Santos. O edifício, que foi sede da antiga Diretoria Regional de Ensino, havia sido transferido ao Legislativo pelo governo do Estado, com a finalidade de receber a Casa de Leis, na gestão de Marcelo Coutinho – o Celão. Ocorre que devido a pandemia, a adaptação do novo espaço foi procrastinada e, dias atrás, talvez em um suposto devaneio de visão, Arilson passou as instalações ao prefeito Marcus Soliva, sem abrir diálogo com os eleitores.

Superestimado

A passagem do deputado Carlos Sampaio pela Santa Casa de Lorena com o vereador Mauro Fradique a tira-colo, tem dado muito o que falar nos bastidores. Nem tanto pela visita, mas pela promessa superestimada de uma verba de R$18 milhões ao hospital. Lembrando que o hospital levou o ‘calote’ do governo Doria nos recursos para atendimento de alta complexidade, há mais de um ano. Tem gente apostando que atravessa a praça Arnolfo Azevedo, nu, se a grana sair!!!

Tribunal de Contas

Corre na boca-pequena de Lorena que o atual presidente da Câmara, Fábio Longuinho, tem o desafio de quebrar a estigma de contas rejeitadas das presidências. De acordo com a patuleia política, os cinco últimos antecessores de Longuinho levaram tinta do Tribunal de Contas, sendo que nas gestões – ou melhor, indigestão – do primeiro e dos dois últimos, a farra com o dinheiro público foi de ‘quebrar a banca’. Enquanto um responde por crimes, fraudes, desvio de dinheiro, roubo de carro e uma série de improbidades, um outro, já está condenado – e bem condenado – em primeira instância. O último, recebeu seu acervo também rejeitado!!!

Temporada de caça…

…aos votos Na semana que antecede a campanha oficial, Lorena deve receber um desfile de candidatos. Na segunda, o federal Marco Bertaiolli e o postulante a estadual Regis Yasumura, têm várias agendas conjuntas na cidade; na terça-feira quem visita a região também com passagem pela redação do Atos, é o federal Vanderlei Macris. Até sexta-feira, Fernando Marangoni e Ortiz Junior estão programados em alguns encontros com o presidente da Câmara, Fabio Longuinho.

Desfile das personalidades

Mauro de Castro, aniversariante Miguel Sampaio, Edson Riccomi e Chico Anísio

Amigos, aliás, muitos amigos e dos mais variados segmentos de Guaratinguetá e região passaram pelo restaurante Luciana Valladão, na última quinta-feira, para abraçar Miguel Sampaio, que entrou no time dos septuagenários. Um verdadeiro desfile de personalidades, numa festa em que o glamour e a política formaram um par perfeito, ainda que nem todos pudessem sair na mesma foto; situação que o notável Chico Anísio soube administrar nas mais de 300 fotos divulgadas nas redes sociais…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?