Caraguá investe R$ 42 milhões em melhorias na drenagem

Obra de enrocamento liga o rio Juqueriquerê à praia das Flexeiras; serviço deve ser concluído apenas em 2024

Prefeito de Caraguá, Aguilar Junior, que visitou área durante o serviço de drenagem; cidade investe mais de R$ 40 milhões (Foto: Divulgação PMC)

Da Redação
Caraguatatuba

Um dos maiores projetos de drenagem da história de Caraguatatuba, a obra de enrocamento do rio Juqueriquerê foi iniciada na manhã da última quarta-feira (3). Orçado em pouco mais de R$ 42 milhões, o serviço tenta evitar alagamentos na cidade e melhorar as condições de trabalho da comunidade pesqueira.

O trabalho de enrocamento é caracterizado pela construção de muros, feitos de pedras sobrepostas, dentro de rios ou próxima às margens. Além de ser capaz de facilitar a fluidez da água, a estrutura serve como uma camada protetora das tubulações do sistema de drenagem ou de outros mecanismos hidráulicos.

Em Caraguá, o serviço de enrocamento projeta a ligação do rio Juqueriquerê com o mar, na praia das Flexeiras, através de dois molhes (muros de pedra), que serão erguidos paralelamente ao longo de 1.366 metros e que terão uma profundidade de 1,5 metro. Um dos mais importantes do Litoral Norte, o Juqueriquerê, que possui cerca de 15 quilômetros de extensão, é o maior rio navegável da região.

Além de um grupo de moradores da cidade litorânea, o pontapé inicial da obra foi acompanhado de perto pelo prefeito Aguilar Júnior (MDB), e diversas outras autoridades municipais. Segundo o Executivo, a primeira etapa do serviço consiste na colocação das pedras que formarão o molhe (muro) norte, no ponto em que o rio desemboca. Na sequência, será realizada a preparação do terreno e a base para receber o empilhamento de pedras na faixa de areia.

De acordo com a Prefeitura, a iniciativa otimizará o funcionamento do sistema de drenagem da cidade e garantirá ainda melhorias nas condições de tráfego de embarcações no rio, assim beneficiando os pescadores da cidade. “É uma obra grande e complexa, que precisou de muito estudo para que o projeto pudesse finalmente sair do papel. E esse é só o começo. A partir de agora, serão 16 mil viagens de caminhão para transportar as pedras e finalizar os muros norte e sul”, explicou Aguilar.

A expectativa da Prefeitura é que o serviço de enrocamento do rio Juqueriquerê seja concluído em até 27 meses.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?