Política a conta-gotas…

Conexão Pinda-Guará

Regis e Piorino

A semana foi tensa aos postulantes a deputado por Pindamonhangaba, com a infiltração de nomes fortes da região, a exemplo de Regis Yasumura (PL) vice-prefeito de Guará, que foi recebido pelo também vice, Ricardo Piorino.

Enquanto Piorino e Yasumura estreitavam os laços no gabinete, pelos corredores da Prefeitura conjecturavam se na eventualidade da dupla fazer parceria – estadual e federal – qual seria a posição de Roderley Miotto na ‘fila do pão’?!?!?

 

Quando a farinha é…

…pouca, meu pirão primeiro – com a possibilidade ‘utópica’ de apenas um Hospital Regional para atender a região do Vale Histórico, Thales Gabriel – Cruzeiro e Sylvio Ballerini – Lorena, saem na disputa para tentar conquistar a promessa surreal do governador João Doria.

 

Garantindo o real

Corre entre os prefeitos da região que esperto foi Marcus Soliva, ao constatar que não existe dotação de espécie alguma no orçamento do Estado que possibilite a criação de mais um Hospital Regional e utilizou das oportunidades para conquistar o viável: especialidades. Assim Guaratinguetá já usufrui de atendimento cardíaco, hemodiálise e oncológico. Enquanto isso…

 

Segure tudo que for…

…conquistado – A passagem do deputado federal Eduardo Cury e do subsecretário de Estado Ortiz Junior pela região, apesar de ter rendido expectativas irreais para alguns prefeitos, houve ganhos reais para outros. A exemplo de Silveiras, onde a dupla esteve reunida com sete dos noves vereadores da cidade, mais o vice Mateus Mota e o próprio prefeito, o saldo foi pra lá de positivo. Uma tacada apenas, Guilherme Carvalho conseguiu de Cury a liberação dos recursos para construção da UBS no Centro; de Ortiz Junior o compromisso de destravar a Sabesp para garantir água e esgoto no bairro Bom Jesus, reforma total da estrada que dá acesso ao bairro dos Macacos e de quebra, o retorno do projeto das moradias do CDHU no município.

 

Buscando na fonte

O prefeito de Pinda, Isael Domingues, aproveitando a superatividade de seu vice, Ricardo Piorino, na força operacional da Prefeitura, voou para Brasília esta semana atrás de recursos para incrementar ainda mais seu governo. A boa notícia chegou para os moradores do Mantiqueira, porque Isael conseguiu R$1,5 milhão com o deputado Tiririca (PL) para construção da UBS do bairro e conseguiu fôlego na prorrogação do contrato de construção do Centro de Integração Esportiva – CIE, já em construção no Crispim.

 

Deputados & deputáveis

O pessoal dos cafezinhos mais politizados de Guará já passa a lista dos prováveis candidatos locais em 2022, com Regis Yasumura (PL) entre os mais comentados, seguido por Celão (PSD), que segundo consta, vai entrar em campanha com a mesma garra com que conseguiu estar entre os mais votados para a Câmara na eleição passada. O terceiro nome mais cotado no mercado é do vereador Marcio Almeida (PSC), que por ter eleitorado diferenciado e apoios influentes no Estado, corre o risco de chegar ‘lá’. Como em todas as cidades, existem também dois ou três, que não têm votos nem para síndico, ensaiando para fazer feio nas urnas. Perguntem ao vereador ‘Google Play’!!!

 

A pergunta que não quer calar

Moradores de Cruzeiro perguntam ao Poder Legislativo local, se não seria mais fácil arrumar um emprego para o falastrão Antônio Marciano na Câmara, ao invés de deixá-lo solto nas redes sociais pagando de ‘paladino da moralidade e dos bons costumes’???

 

Ganho real

Thales Gabriel

A semana foi produtiva para o prefeito de Cruzeiro Thales Gabriel. Em suas idas e vindas à São Paulo, leia-se Governo do Estado, além de conseguir o repasse de R$ 1.5 milhão para o custeio da saúde – urgência de emergência – na Santa Casa, conseguiu também a liberação de uma unidade do Poupatempo para o município.

A notícia entusiasmou os moradores e provocou náuseas na oposição, que torce para o ‘quanto pior, melhor’.

 

Temperatura máxima

O presidente da Câmara de Lorena, Fábio Longuinho, em consonância com o gabinete do prefeito Sylvio Ballerini, protocolou esta semana um projeto que reduz a alíquota do ITBI – em transações de imóveis – de 3% para 2%, atendendo uma antiga reivindicação dos investidores imobiliários da cidade. Curiosamente, o vereador Elcio Vieira Junior apresentou na Casa de Leis um projeto semelhante, mas com percentual menor, ou seja, 1,5% alegando também o aval do Executivo. Ao que tudo indica, indícios de uma queda de braços pela frente. Façam suas apostas…

 

Temperatura máxima II

Pelo andar da carruagem, não é somente o assunto ITBI que vai nortear as discussões na Câmara de Lorena. O vereador Elcio Vieira, provavelmente para acirrar os discursos, protocolou mais dois projetos polêmicos: o que pede a redução do números de vereadores de 17 para 11 e, o segundo, a exoneração de 60% dos cargos de assessoria do Legislativo.

 

Saia justa

Com um discurso faraônico e carregado de egocentrismo, o vereador Fabrício da Aeronáutica (MDB) se defende das críticas de estar dificultando o aporte financeiro da Prefeitura à Codesg – Companhia de Desenvolvimento de Guaratinguetá, alegando inclusive ilegalidade no projeto do prefeito Marcus Soliva. Pela segunda vez consecutiva, o projeto teve o regime urgência derrubado na Câmara.

 

Não convidem para…

…a mesma picanha O presidente da Câmara de Guará, Arilson dos Santos, e o vereador e ex-presidente Celão, principalmente se o assunto for interpretação do regimento interno da Casa de Leis!!!

 

Água no chopp

A oposição de Cachoeira Paulista polemizou a proibição de celulares em uma reunião entre o prefeito Antônio Mineiro e vereadores, no início desta semana, quando foi discutida a demissão de um dos médicos da rede municipal. Os especuladores não souberam informar se a frustração rolou pela impossibilidade de fazer uma transmissão ao vivo – para o pai do exonerado, ou pela calça do vereador Carlinhos da Saúde que caiu na hora de tirar o aparelho da cintura…

 

Três perguntas que…

…não querem calar: O que levou o fornecedor de combustível da Prefeitura de Cachoeira a interromper o abastecimento da frota municipal no final da semana passada e depois de um telefonema mudar de ideia?

Por que a comoção com a demissão do médico na última semana, afetou em cheio os vereadores da oposição?

A história toda que rolou na sessão de Câmara desta semana, por causa do médico exonerado, foi pelo atendimento que prestava ou por que o homem da bomba – que enriqueceu a muitos – ameaçou surtar e jogar… no ventilador?

 

Política da boa vizinhança

Rominho e Sylvinho

Em encontro político social ocorrido dias atrás na Santa Casa, os prefeitos Rominho de Piquete e Sylvinho Ballerini de Lorena trocaram figurinhas sobre ações e realizações neste início, porém, já avançados mandatos.

Enquanto Sylvio aparelha a administração pública de forma compartilhada, Romulo foi para as ruas, quer dizer, literalmente para Praça com seu gabinete itinerante, como forma de estar mais acessível aos moradores.

Rominho criou plantão pediátrico diariamente no Pronto Atendimento da cidade e avança no projeto de segurança com vídeomonitoramento.

 

Corram que a polícia…

…vem aí!!! Uma crise de ciúmes de um dos remanescentes contratados pela Motolandia como olheiro, digo, ouvidor da Prefeitura de Cachoeira, fez o expediente desta última sexta-feira terminar literalmente em caso de polícia. A treta começou durante uma reunião onde se pretendia definir espaços, funções e limites na funcionalidade da Administração; foi aí que o ‘homem surtou’, inclusive com um dos voluntários que tem auxiliado o prefeito Antonio Mineiro neste início de mandato. Com uma dose de ‘excessiva adrenalina’, o surtado resolveu gritar por socorro aos vereadores da oposição e foram procurar as autoridades policiais. Sem nada que evidenciasse algum crime a se apurar, só faltou o delegado recomendar um ‘pouco de trabalho’…

Em Alta

Pindamonhangaba – A Câmara Municipal, que por iniciativa do presidente José Carlos Gomes – o Cal, deliberou a devolução de R$ 4,5 milhões do duodécimo à Prefeitura, sugerindo ao prefeito Isael Domingues o encaminhamento do recurso à Santa Casa local, com a finalidade de auxiliar a equipe de linha de frente no atendimento aos pacientes da Covid-19. A medida, que antecipou a devolução do dinheiro – com apenas dois meses de legislatura – foi levada a plenário na última semana para aprovação dos vereadores. A repercussão foi positiva entre os formadores de opinião e lideranças políticas da cidade. Já o Magrão percebeu que a estratégia do cheque e foto não deve ter futuro em Pinda.

Em Baixa

Lorena – A expectativa da população de Lorena é para uma legislatura mais produtiva na Câmara e menos populista, como parte dos vereadores ficaram marcados nos últimos quatro anos. Mas se depender de Elcio Vieira Júnior, as comissões da Casa precisarão de muita paciência para avaliar propostas que podem ser barradas antes mesmo de entrar em pauta. Nesta semana, o vereador e advogado (conhecido pelo alto conhecimento do regimento interno) tentou emplacar a redução de comissionados e cadeiras no Legislativo, o que, como a presidência já enfatizou, deveria seguir outros trâmites como contar com 1/3 das assinaturas (cadeiras) e vir da mesa diretora (cargos). O caso gerou dúvidas na praça: foi desconhecimento ou estratégia furada?

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?