Com blocos de São Luiz, Carnaval em Pinda atrai sessenta mil foliões

Juca Teles, Pé na Cova e Barbosa fizeram a alegria durante as comemorações de Momo; cancelamento em cidades vizinhas motivou público recorde

Um dos dias do Carnaval de rua de Pindamonhangaba; folia atraiu público recorde (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba 

Os dias de festividades de Momo, em Pindamonhangaba, contaram mais uma vez com a participação dos blocos de São Luiz do Paraitinga. Com trajeto de um pouco mais de dois quilômetros, as tradicionais marchinhas arrastaram milhares de foliões do Largo do Quartel até o Parque da Cidade.

Para a estudante e moradora de Pindamonhangaba, Natália Silva, de 20 anos, o Carnaval foi bastante organizado. “Tanto que eu vim para com a minha mãe, e fazia tempo que ela não vinha. Ela até disse: ‘nossa, o Carnaval, hoje em dia, tá (sic) bem mais organizado que antigamente’. Não vi bagunça e nem briga”, exaltou.

As comemorações em Pinda começaram ainda na semana anterior, com o Pré-Carnaval, em Moreira César. Na última sexta-feira, a programação oficial foram iniciaram com o bloco Socó da Madrugada, durante à noite. O sábado foi aberto pelas Dondocas, bloco pindamonhangabense com mais de trinta anos de tradição, e à tarde, o Juca Teles arrastou milhares de foliões com as cotias do sertão. No domingo, os desfiles foram dos grupos da cidade, como Nego Loko e Jeca Tatu. A segunda-feira foi dia de Pé na Cova, de São Luís, e uma mistura de Halloween e folia tomaram as ruas centrais. Encerrando o Carnaval, o Barbosa agitou o percurso até o Parque da Cidade. A Prefeitura destacou que cerca de oitenta mil pessoas participaram das festividades ao longo dos cinco dias. “A galera estava se divertindo, estava bem cheio, também. O bloco (do Barbosa) foi muito divertido e gostoso. O que atrapalhou um pouquinho foi a chuva, mas fora isso deu pra aproveitar bastante. Foi bem tranquilo e bem legal”, comemorou o consultor de vendas e morador de Lorena, Felipe Caruzo, de 34 anos.

Bloco Pé na Cova que fez a festa na segunda-feira de Carnaval em Pinda (Foto: Bruna Silva)

De acordo com o assessor de Eventos da Prefeitura, Ricardo Flores, nenhuma ocorrência foi registrada ao longo do Carnaval, e não houve atendimento grave de saúde. O assessor avaliou a edição de 2020, como “uma das melhores de todos os tempos”.

Flores enfatizou ainda que a estrutura que a Prefeitura providenciou foi compatível ao público esperado e que com o cancelamento das comemorações em outros municípios, como Taubaté e Tremembé, já era esperado que os foliões migrassem para Pinda. “Nos preparamos independente do cancelamento das cidades vizinhas. Quando houve, tomamos ações de segurança e (providenciamos mais) banheiros químicos”.

Além dos desfiles de blocos, Pinda contou também com DJ’s, bandas no Parque da Cidade, na Praça do Quartel e praça de alimentação com ambulantes e foodtrucks.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?