Na busca pela filiação, Atlético Guaratinguetá garante uso do Dario Rodrigues Leite

Liberação foi publicada no Diário Oficial; clube apresenta documentos à Federação Paulista de Futebol e aguarda resposta da entidade

Idealizador do projeto Atlético Guará, Cacalo (esq.) posa ao lado de Marinho, criador do Guará (Foto: Reprodução)
Idealizador do projeto Atlético Guará, Cacalo (esq.) posa ao lado de Marinho, criador do Guará (Foto: Reprodução)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Um decreto assinado pelo prefeito de Guaratinguetá, Marcus Soliva (PSB), deu indícios que o município poderá ter um novo time profissional de futebol. A publicação no Diário Oficial, de 26 de julho, autoriza o uso do estádio Professor Dario Rodrigues Leite pelo Atlético Guaratinguetá Futebol Clube pelos próximos dois anos. O clube tenta a filiação junto à Federação Paulista de Futebol.

O decreto permite que a agremiação utilize o estádio desde que esteja devidamente filiada à FPF. O mesmo vale para outro time que tenta a profissionalização. A Associação Esportiva de Guaratinguetá tenta, desde 2015, o retorno ao futebol profissional. Em 2017, o clube ganhou carta branca da Prefeitura, desde que pagasse a taxa à FPF. Mesmo com a possibilidade de parcelamento, o Lobo do Vale não voltou.

Agora, a bola da vez está com o Atlético Guaratinguetá, time que existe no papel e é a esperança de João Carlos Fonseca, o Cacalo, de renovar os ares futebolísticos da cidade. Ex-goleiro da Esportiva, um dos fundadores do Guaratinguetá e preparador de goleiros de diversos clubes, inclusive a própria Garça, Cacalo já declarou ao Jornal Atos que trabalha de forma tímida para realizar seu sonho. “Quem sabe um dia eu consiga fundar o Atlético”.

A fundação do clube, de forma oficial, ainda não aconteceu. Mas desde o ano passado, Cacalo tenta atrair empresários para investir na criação do Atlético. Em 2017 o ex-goleiro não teve sucesso, mas neste ano, conseguiu apoio e formulou um pedido para utilizar o Professor Dario Rodrigues Leite até agosto de 2020.

“Estamos acreditando que vai haver essa possibilidade (fundação). Entregamos a permissão para utilização do estádio, desde que consigam a filiação na Federação”, contou o prefeito Marcus Soliva, que afirmou ter se reunido com Cacalo e um grupo de empresários interessados no projeto.

No último dia 25, Cacalo e os investidores foram a São Paulo, na sede da FPF, apresentar todos os documentos necessários para filiar o clube. A documentação necessita ser apreciada e analisada de forma detalhada antes da Federação emitir o posicionamento. Caso haja aprovação e o clube consiga fazer o pagamento em tempo hábil, a agremiação poderá disputar competições oficiais em 2019.

Cacalo foi questionado sobre as negociações com a FPF, mas preferiu manter a prudência. “Não posso gravar nada”, declarou. Ele também foi indagado sobre a origem dos investidores, mas optou por não responder. Sobre a informação referente à apresentação dos documentos à FPF no dia 25, o criador do Atlético apenas confirmou, mas não se aprofundou. “Vou aguardar tudo com muita cautela”.

Dario – A permissão para utilização do estádio é concedida aos clubes filiados. Cada equipe, ainda que tenha a permissão, precisa pagar um valor pré-definido de locação do estádio para dias de jogos.

Futebol em Guará – Enquanto o Atlético ainda engatinha, na busca pelo acerto com a FPF, o Manthiqueira é o único clube filiado e já garantido na Série B do Campeonato Paulista (quarta divisão) do ano que vem. Situação diferente do Guaratinguetá Futebol Ltda, que permanece licenciado e longe do futebol profissional desde 2016.

A Esportiva, que encerrou as atividades em 1998, precisa pagar uma nova filiação. “Quem mostrar bala na agulha para pagar a filiação primeiro, joga”, enfatizou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>