Obras de temática política são aclamadas pelo público no encerramento da edição 2018 do Feste, em Pinda

Peça encenada durante edição 2018 do Feste, em Pindamonhangaba (Foto: Reprodução PMP)
Peça encenada durante edição 2018 do Feste, em Pindamonhangaba (Foto: Reprodução PMP)

Da Redação
Pindamonhangaba

A última edição do Feste (Festival Nacional de Teatro de Pindamonhangaba) terminou nesse domingo, com destaque para espetáculos focados em temas políticos entre os premiados.

Com uma temática de roteiro aclamada na esfera adulta, a melhor obra foi ‘1989’ do Coletivo Cê, de Votorantim-SP. A peça traz episódios históricos que revivem a primeira disputa eleitoral após o fim da ditadura, com personagens bem peculiares como Fernando Collor, Sílvio Santos e Luis Inácio Lula da Silva, na corrida presidencial. O prêmio melhor ator e melhor atriz foram para Leonardo Gonçalves e Giorgia Goldoni, da companhia Caravan Machera, de Atibaia-SP, em uma adaptação do ensaio ‘Vigiar e Punir’, do filósofo francês Michel Foucault.

Na categoria infantil outra peça de viés político também se destacou. A história de “Salve, Malala” da companhia La Leche, de São Paulo, levou o troféu de melhor peça infantil, e foi interpretada pelos atores Ana Paula Lopes e Alessandro Hernandez, que também levou o prêmio de melhor ator. Ainda nesse quesito, Mariana Sancar se destacou e conquistou o título de melhor atriz, enquanto a pesquisa e técnica corporal utilizada em ‘E se…’, rendeu o ‘Prêmio Especial do Júri’ à companhia de Curitiba, Tato Criação Cênica.

Uma atração da cidade, “A história de Bernarda Soledade”, da Severina Companhia de Teatro, também foi premiada na categoria rua. A obra é encenada por mulheres, e apresenta um drama musical com a saga da família Soledade, em Puchinanã. Laila Gama, que faz parte do elenco, foi eleita a melhor atriz.

O encerramento da premiação, realizada desde 1974, contou com a presença do prefeito Isael Domingues (PR), do secretário da Educação e Cultura, Júlio Valle, e do diretor de Cultura, Alcemir Palma, no Teatro Galpão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>