Após três anos, Lorena confirma realização do Carnaval

Praça Doutor Arnolfo de Azevedo é escolhida para abrigar evento; programação deve ser divulgada nos próximos dias

Foliões no Carnaval 2019, na praça Arnolfo Azevedo; Ballerini anuncia a volta da festa em fevereiro (Foto: Reprodução PML)

Da Redação
Lorena

A Prefeitura de Lorena anunciou na tarde da última segunda-feira (16) que a cidade contará neste ano com festividades de Carnaval. Apesar de não revelar detalhes sobre a programação do evento, o Executivo informou que a folia terá como palco a tradicional praça Doutor Arnolfo de Azevedo, na região central.

Em nota divulgada no site oficial, a Prefeitura confirmou a realização do “Carna Lorena” entre os dias 18 e 21 de fevereiro. Além de matinês e shows, o evento deverá contar com apresentações de escolas de samba e de blocos carnavalescos da cidade.

O Executivo informou ainda que o Mercado Municipal abrigará duas festividades preliminares em fevereiro. A primeira, que será realizada no dia 11, trata-se da votação que definirá a Corte do Carnaval 2023. Já a outra, será o concurso Destaque em Destaque, que escolherá os foliões que mais se destacam em quesitos como criação, transformista, originalidade e luxo feminino e masculino.

A reportagem do Jornal Atos solicitou à Prefeitura mais detalhes sobre o “Carna Lorena”, como o valor do investimento e se haverá disputa entre as escolas de samba, mas o pedido não foi atendido até o fechamento desta edição. De acordo com o Município, o cronograma de evento e demais informações sobre sua organização serão divulgadas em breve nas redes sociais.

O “Carna Lorena” marcará o retorno dos festejos de Momo na cidade, que foi palco da folia pela última vez em 2020.  No início de novembro de 2021, Ballerini chegou a confirmar que investiria R$ 150 mil na realização do Carnaval 2022, na praça Arnolfo de Azevedo, que contaria com a volta das apresentações de escolas de samba. Como não teria acesso a recursos municipais, a Liga das Escolas de Samba de Lorena arrecadaria fundos, provenientes da bilheteria e do bar, durante os concursos da corte e do Destaque em Destaque.

Já em 30 de novembro, Ballerini decidiu cancelar o Carnaval devido às recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre o aumento de casos de Covid-19 no país, impulsionado pela variante Ômicron.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?