Com 13 especialidades, Cruzeiro inaugura AME e anuncia reestruturação do Pronto Socorro

Equipamento deve ampliar capacidade de atendimentos na cidade; mais duas modalidades devem ser agregadas ao ambulatório até agosto

Inauguração do AME em Cruzeiro; prefeito apresenta melhorias no setor com novo ambulatório (Foto: Gabriel Mota)

Gabriel Mota
Cruzeiro

A Prefeitura de Cruzeiro inaugurou, na última quarta-feira (15), o AME (Ambulatório Municipal de Especialidades). O novo equipamento de saúde terá uma gestão compartilhada por Executivo e Santa Casa e envolve 13 especialidades. No evento, o prefeito Thales Gabriel Fonseca (PSD) anunciou ainda uma reestruturação no Pronto Socorro, que deve ser concluída até 2023.

Com capacidade de 1300 a 3000 atendimentos mensais, a unidade estará aberta a partir da próxima segunda-feira (20). Ortopedia, dermatologia, neurologia, oftalmologia, endocrinologia, obstetrícia de alto risco, cirurgia geral e vascular, cardiologia, pneumologia, geriatria, otorrinolaringologia, urologia e ginecologia geral fazem parte do quadro de atendimentos do AME nesse início.

Em até sessenta dias, o ambulatório deve contar com mais duas especialidades: neuropediatria e reumatologia. Segundo a secretária de Saúde de Cruzeiro, Imaculada Magalhães, essa é uma necessidade do município. “Já estamos em tratativas com dois profissionais, aguardando o ‘ok’ deles e assim que tivermos, estaremos implementando esse serviço no município” afirmou a chefe da pasta.

Utilizando recursos do tesouro municipal, a Prefeitura investiu R$ 400 mil na construção do AME. A estrutura é anexa à Santa Casa de Cruzeiro, corresponsável pela gestão.
“Existe o compartilhamento de colaboradores e o compartilhamento no momento decisório. É óbvio que, por conta de a Santa Casa estar sob intervenção do Município, a secretaria de Saúde tem uma ascendência interessante para que a gente possa tornar cada vez mais essa sinergia produtiva” explicou Fonseca.

Diretor da Santa Casa, Ricardo Duarte pontuou que a escolha do hospital como sede do ambulatório facilita a integração dos serviços de saúde, que também conta com o Centro de Diagnóstico por Imagem. “A secretaria de Saúde faz o agendamento das consultas, dos pacientes, e nós vamos administrar o ambulatório, promover o atendimento e devolver o paciente para a rede quando tiver terminado o tratamento aqui”, completou.

Ainda no evento, o prefeito anunciou o início da reestruturação do Pronto Socorro. Entre emendas parlamentares e aportes do governo estadual, o prefeito afirmou que o investimento será de cerca de R$ 2 milhões. A expectativa do chefe do Executivo é de que a reforma que busca aprimorar o atendimento de porta aberta seja concluída, no mais tardar, até o início de 2023.
“A gente reconhece que o nosso Pronto Socorro precisa melhorar, precisa ampliar, precisa acolher melhor e precisa ofertar melhor esse serviço” admitiu Fonseca.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?