Política a conta-gotas…

Ensaio

Juarez, Marco Aurélio, Kleber e Dr Davi

Faltando praticamente 682 dias para as eleições municipais, eleitores de Cruzeiro manifestam preocupações sobre quem estará no comando da cidade a partir de 2025. A lista de pretendentes é intensa, mas segundo o pessoal das esquinas, ‘quase que a maioria é fraca’. Quem tem saído bem na foto com prefeito Thales Gabriel, é Kleber Silveira, do SAAE, enquanto o vereador Diego Miranda – que se perdeu na precipitação – ‘roe as unhas’ em oposição velada. Extra-administração, mas com laços afetivos com o Executivo, o médico que já foi vice no primeiro mandato, Dr. Davi Mota, que pode postular uma candidatura; Juarez Juvêncio parece que está em aquecimento. Falam também que se o cavalo passar arreado, Manoel Amorim monta nele; Marco Aurélio Cunha ainda não se manifestou, mas leva jeito. Outros nomes como Sergio Antonio e Douglas Masuck são citados sem empolgação em algumas rodas. Ah! Disseram que até o homem da faculdade ameaça ser, na esperança de receber uma proposta.

 

1º ministro

Rola pelos corredores do Legislativo de Lorena, que os vereadores – a maioria deles – não vão dar vida fácil ao ‘1º ministro’ do governo municipal, que atua nos bastidores da Prefeitura como bom ‘homem dos negócios’, principalmente no segundo escalão. Segundo as línguas mais afiadas do circuito político, ‘apenas um’ entre os parlamentares estaria camuflado com ele, juntamente ao seu consanguíneo – também já condenado pela Justiça, por manobras financeiras praticadas na Casa Arnolfo Azevedo, na temporada passada. Tem gente apostando que vem abertura de CEI no pós-recesso…

 

Dinheiro na conta

Sylvio Ballerini

Após idas e vindas e a base de muitos diálogos entre Prefeitura e Câmara, o prefeito Sylvio Ballerini comemorou com os servidores municipais de Lorena a aprovação, unânime pelos vereadores, de seu projeto de readequação salarial a todos os funcionários – atendendo das funções mais simples às mais técnicas.

 

 

 

Força-tarefa

Com a realidade salarial dos funcionários da Prefeitura reajustada de forma progressiva, destaque ao protagonista do projeto, o próprio Sylvinho Ballerini, como também aos vereadores Vanessa Andrea e Marcelinho Alvarenga, que nomeados pelo presidente Fabio Longuinho, conseguiram com maestria expor à equipe da administração as necessidades de algumas funções elencadas pelo Legislativo, para que se evitasse a incidência de emendas na lei. Felizmente, tudo deu certo.

 

Imprevisibilidade!!!

Enquanto Legislativo e Executivo de Lorena buscam todas as formas e estratégias para falar ‘a mesma linguagem’ até o final da gestão, ninguém arrisca uma previsão segura sobre o clima entre os poderes a partir de janeiro de 23. Segundo a ‘analogia da praça’, são muitos interesses para um só prefeito administrar e, para piorar a situação, a existência de vários clãs gravitando em torno do gabinete de Sylvinho Ballerini, inviabilizando qualquer entendimento com os vereadores em termos de governabilidade, dando possibilidades de aberturas de CEI’s, mais denúncias ao MP e outras sutilezas que a oposição dispõe pra ver o ‘circo pegando fogo’…

 

Roupa nova

E pelo andar da carruagem, ‘tucanos de ontem, republicanos de hoje’ em Guaratinguetá, de repente, o recém-eleito governador do Estado, Tarcísio de Freitas, conseguiu um grupo formado – made–in-Edison Riccomi – sem muito trabalho, ou melhor, sem colocar os pés na cidade, exceto para visitar o Frei Hans e dar uma passadinha no Hospital Frei Galvão. Disseram que até o Chico Hair quer migrar para este grupo, que com certeza, vai lançar candidato a prefeito na próxima temporada.

 

Cara ou coroa?

Pela análise do mercado político de Guará, existe uma possibilidade remota da sucessão do prefeito Marcus Soliva ser disputada por dois nomes, ou melhor quatro, do mesmo grupo. Se por um lado, rola uma empatia política entre Regis Yasumura e João Vaz, por outro, as afinidades eleitorais entre Miguel Sampaio e Dani Dias vão além das expectativas. Perguntem ao Chico Anísio!!!

 

Não será por falta… 

Junior Filippo
Miguel Sampaio

…de convite Ainda sobre as configurações das prováveis e futuras candidaturas – versão 2024 em Guaratinguetá, não faltaram projeções sobre o replay da dobradinha Junior Filippo com Miguel Sampaio. Assustou? Claro, que sim, mas os experts em estratégias políticas acreditam que, numa eventualidade do Regis voltar ao Legislativo, a aposta seria esperar por Marcus Soliva em 2026, para enfim a cidade ter a oportunidade de eleger a dupla a deputado federal e estadual. Parece que já rolou um convite desta natureza. Perguntem ao Daniel do PSB!!!

 

 

Artilharia pesada

Luiz Carlos o Piriquito

A Justiça de Aparecida abriu fogo contra o prefeito Piriquito e os vereadores que votaram favoráveis à criação de duas secretarias – Cultura e Esportes – como forma de garantir os holerites de uma série de comissionados em iminência de exoneração por determinação judicial. A Câmara havia aprovado o que chamara de novo ‘Trem da Alegria’ no final de outubro e, antes que o RH da Prefeitura entrasse em ação, a promotora acabou – pelo menos por enquanto – com a farra das contratações. Pelo menos por enquanto…

 

 

Acordo prévio

A vereadora Cecília Nogueira Andrade deve ser eleita a próxima presidente da Câmara de Potim, isso se nenhum dos seis votos prometidos dos onze não mudar de ideia, quer dizer, da intenção de voto. Disseram que Marcinho Cabeleireiro – no comando da Casa até 31 de dezembro, está cuidando nos bastidores para que o cenário de sucessão não mude até o momento do voto, exceto se for para aumentar as adesões!!!

 

Sintonia fina

Isael Domingues e Ricardo Piorino

Enquanto a política rola pelas esquinas de Pindamonhangaba, para tristeza da concorrência, a dupla Dr. Isael e Piorino demonstram uma sintonia invejável. Com suas aparições em diversos vídeos vistoriando e anunciando novas obras, os entendedores da história política da cidade asseguram que nunca um prefeito e vice andaram de forma tão alinhada e comprometida um com o outro. A fidelidade e o respeito de ambos são um grande exemplo e referência para outros municípios, porque os benefícios para a população são notórios.

 

 

 

 

Antídoto fatal

Ainda sobre a dupla prefeito e vice, com essa robusta musculatura política, a oposição de Pinda também tenta buscar seu espaço, e o laboratório da maldade, que até então estava caminhando a passos lentos, parece buscar fôlego para promover ataques sórdidos e fake news, principalmente contra o vice-prefeito, para enfraquecer o processo de sucessão. Como antídoto aos contrários – aliás, bem poucos – Ricardo Piorino, que já vem imprimindo um ritmo acelerado já deu sua resposta: “Nós não vamos parar! Nem agora, muito menos na sequência dos projetos posteriores a 2024”…

 

Metástase

Como um tumor maligno, parece que Cachoeira Paulista vai demorar muito para se livrar da metástase da Motolândia – ramificada no poder público do município. Comenta-se que a mudança no comando da Saúde da administração do prefeito Antonio Mineiro, nesta semana, é a prova disso. Saiu um secretário que fez até campanha pro homem, dando lugar a outra militante dos tempos em que boa parte da população gostaria de esquecer…

 

Os três patetas

Se é uma qualidade que não tem faltado ao prefeito Antonio Mineiro para gerenciar Cachoeira Paulista, é a habilidade de conviver com os opostos, sem colocar o pescoço na guilhotina. Imaginem ter de nomear uma opositora a pedido dos ‘três patetas’ da Câmara para continuar empurrando a cidade pra frente. É exatamente “se fingir de morto, pra ver quem vem no enterro”. Bem a seu estilo. Pelo menos isso é que se ouve nas rodas mais politizadas do pedaço…

 

Cadeia & algemas

As investigações da SECCOLD – Setor Especializado no Combate à Corrupção, Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro – no caso Samuel Fradique, por enquanto, apenas denominou os crimes praticados pela quadrilha no maior golpe econômico que boa parte da população de Lorena e região sentiu ‘na pele’. Ou seja, crime contra economia popular, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Infelizmente nenhuma notícia ou previsão de reembolso, apenas pedido de prisão ao chefão do esquema e indiciamento de dois integrantes que operavam o sistema junto com ele.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?