Câmara Municipal aprova doação de área pública para Polícia Militar em Guaratinguetá

Projeto para novo quartel militar tem sede projetada para proximidade da avenida da Unesp e Fórum

Área disponibilizada para construção de quartel para a Polícia Militar, próxima à Unesp, em Guaratinguetá (Foto: Fabiana Cugolo)

Fabiana Cugolo
Guaratinguetá

A Câmara de Guaratinguetá aprovou por unanimidade, na sessão da quarta-feira (16), a doação de uma área pública à Polícia Militar do Estado de São Paulo. O quartel da polícia, que, atualmente, é localizado às margens da Rodovia Presidente Dutra, no bairro da Figueira, terá uma nova sede, construída em uma área central da cidade, nas proximidades da Avenida Doutor Ariberto Pereira da Cunha, no Loteamento Prefeito Gilberto Filippo. Durante a votação na Casa de Leis representantes da Polícia Militar estiveram presentes.

O comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar do 23º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), capitão Wagner Guimarães, destacou à imprensa que a localização da nova sede auxilia no atendimento a todos bairros da cidade. “A parte turística e residencial de Guaratinguetá está em plena expansão, e a segurança tem que acompanhar isso. Nós temos que dar uma estrutura para a segurança, porque se Guaratinguetá estiver crescendo e aumentar o fluxo de dinheiro e de pessoas, nós temos que ter essa estrutura e essa proposta de uma construção de uma nova sede que dê base para pedido de novo efetivo, para que nós tenhamos mais viaturas, porque Guaratinguetá já está se tornando uma cidade de grande porte. Essas condições são viáveis e pertinentes”, frisou.

Em relação ao projeto para a construção do novo quartel, ainda de acordo com o comandante, desde 2018 a Polícia Militar já conta com diversas propostas que serão adequadas ao terreno e possibilidades da utilização da área, como o estacionamento e a área edificada.

Segundo o projeto de lei executivo, a escritura de doação da área pública deve ser feita em um prazo de até 90 dias, a partir da data da publicação da lei aprovada.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?