Pinda anuncia obra de reurbanização da Praça da Bíblia com aval de comerciantes

Melhoria tem orçamento de quase R$ 300 mil; medida busca impulsionar comércio na região

Reunião que debateu projeto para reurbanização de praça de Pinda (Foto: Divulgação)
Reunião que debateu projeto para reurbanização de praça de Pinda (Foto: Divulgação)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Para fortalecer o comércio e atrair um maior fluxo de turistas à Praça da Bíblia, em Pindamonhangaba, a Prefeitura elaborou um projeto de reurbanização da área de alimentação do local. Os detalhes da reforma, que contará com um investimento de quase R$ 300 mil, foram apresentados na última semana aos comerciantes da região.

Comandada pela secretária de Planejamento e Infraestrutura, Marcela Prado, a reunião de apresentação do projeto contou com a presença de diversos comerciantes que atuam na Praça da Bíblia, principalmente no ramo alimentício.

Além da implantação de bancos e postes de iluminação, as obras de melhorias na praça, localizada no Santa Luzia, consistirão na troca de pisos e criação de um boulevard (espaço largo que conta com paisagismo). Também está prevista a construção de uma área onde serão instalados sanitários para eventos. “O projeto é bem abrangente e consistente para atender as necessidades dos comerciantes. A partir dessa reurbanização, haverá a valorização do comércio naquele local. Os trabalhadores poderão exercer suas atividades com mais segurança, em um ambiente harmonioso e atrativo, beneficiando também os clientes”, explicou Prado.

Após os proprietários dos estabelecimentos comerciais aprovarem o projeto, no último dia 20, o Executivo enviará até o fim desta semana a documentação à Casa Civil, e posteriormente organizará um processo licitatório para a contratação da empresa que será responsável pela reforma.
Durante a realização da obra, os proprietários de foodtrucks receberão autorização para estacionarem em outros pontos da praça.

A melhoria, que tem um prazo conclusão para até o início do ano que vem, será viabilizada através de uma emenda parlamentar de R$ 150 mil, e uma contrapartida municipal de R$ 133 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>