Com 452 casos de Covid-19, Pinda participa de estudo da USP

Medida tem como objetivo mapear o desenvolvimento do vírus em diferentes cidades do país; município é o único selecionado na região

Centro comercial de Pindamonhangaba, cidade que participa de experimento da USP para facilitar diagnóstico (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

A Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou que está participando do experimento elaborado pela USP (Universidade de São Paulo). A atividade é realizada com o auxílio de uma central de dados de raio-X de diferentes municípios do país com o intuito de facilitar o diagnóstico para novo coronavírus. Escolhida, a cidade já atingiu o número de 452 casos confirmados de Covid-19.

De acordo com informações da administração municipal, o aplicativo desenvolvido funciona como meio de colaborar com médicos, através de apoio e “facilitando a implantação de medidas cautelares de prevenção epidemiológica e riscos à saúde do paciente”.

O experimento é feito em parceria com diversos pesquisadores da FEA-USP (Faculdade de Economia, Administração e Atuária) e da FIA (Fundação Instituto de Administração) que buscam formas de enfretamento ao novo coronavírus. O aparato tecnológico não deve ter custos aos profissionais ou unidades de saúde.

Para que o aplicativo tenha desempenho satisfatório, médicos e enfermeiros deverão atualizar as informações, conforme a evolução dos casos. Os responsáveis apontam ainda que o sistema é um apoio de diagnóstico que visa aumentar os percentuais de acertos de diagnósticos clínicos e radiológicos e não substitui o exame laboratorial.

O prefeito Isael Domingues (PL) avaliou a ação como positiva na cidade, que já tem mais de 350 casos confirmados. “Seremos a primeira cidade da região a utilizar essa tecnologia. Essa notícia veio em boa hora, no momento em que estamos tendo um número alto de casos positivos”, comentou.

Casos – Pinda continua com o aumento dos índices de contaminação pelo novo coronavírus. O boletim desta quarta-feira revelou que a cidade tem 23 pessoas testadas positivo para coronavírus e 11 recuperadas. O município chegou a 452 pacientes testados positivos e 17 óbitos confirmados.

De acordo com a Saúde municipal, o índice de ocupação de leitos de enfermaria é de 58% e 51% de ocupação de leitos de UTI, somando redes pública e particular.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?