Hospital Frei Galvão confirma mudanças para atendimentos a casos de coronavírus

UTI e enfermaria exclusivas foram estruturadas; apoio emocional é oferecido a pacientes e familiares

O Hospital Frei Galvão, que ampliou estrutura de atendimento para demanda de novo coronavírus (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá 

A pandemia de novo coronavírus alterou os atendimentos médicos em hospitais de todo o país. Na região, uma das principais unidades, o Hospital e Maternidade Frei Galvão, realizou uma série de mudanças para receber pacientes sintomáticos e assintomáticos para Covid-19 além de manter a atenção para casos que não estão ligados ao vírus.

As alterações foram feitas para manter as atividades do hospital e garantir segurança para pacientes, familiares e profissionais. Para casos e situações emergenciais no Pronto Socorro Adulto e Infantil, os atendimentos serão feitos em dois fluxos em que haverá a separação de pacientes sintomáticos respiratórios dos demais. A medida mantém atendimentos e portas abertas para todos os pacientes, independentemente de ter ou não ligação com Covid-19.

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e a enfermaria foram estruturadas com equipes de profissionais, elevador e salas para exames de imagem com exclusividade para pacientes com suspeita ou confirmação da doença. Outra UTI foi colocada à disposição, de forma separada, para atendimentos dos demais casos não respiratórios.

A maternidade continua ativa e com a infraestrutura completa, destinada para atendimentos de gestantes, com os serviços de diagnóstico terapêutico, Pronto Atendimento e internação. O Hospital Frei Galvão adaptou ainda o Centro de Diagnóstico e o serviço de Cardiologia. Segundo nota do hospital, a mudança foi confirmada para que o paciente “possa realizar seus exames laboratoriais e de imagem de forma rápida e segura”.

Devido à pandemia do novo coronavírus e como forma de precaução para possíveis transmissões do vírus, as visitas à pacientes estão suspensas temporariamente no hospital. Uma alternativa encontrada pela direção do HMFG é oferecer suporte a entes dos enfermos. “Estamos realizando algumas ações de acolhimento e suporte emocional para os pacientes e familiares”, enfatiza a nota.

O Hospital Frei Galvão informa ainda que tem avaliado individualmente todos os demais procedimentos e os tratamentos oncológicos e de hemodiálise, que não podem ser interrompidos. Os atendimentos de urgência e emergência para outros casos, de acordo com a unidade, estão normalizados. O familiar ou paciente que tiver dúvidas deve entrar em contato com a unidade através do telefone (12) 3128 3800 e pelo WhatsApp (12) 99679 5450.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?