Para auxiliar no combate à Covid-19, Prefeitura de Pinda abre novo gripário

Unidade deve agilizar atendimento no Pronto Socorro  para paciente com sintomas gripais; mais de trezentas pessoas morreram devido ao vírus na cidade

Paciente aguardando atendimento no gripário anexo ao Pronto Socorro; Pinda abre nova unidade (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Com foco no atendimento aos pacientes contaminados pela Covid-19, a Prefeitura de Pindamonhangaba abriu, nesta terça-feira (15), uma nova unidade de gripário anexa ao Pronto Socorro. A expectativa é que o espaço garanta conforto e melhor fluidez aos pacientes com sintomas de contaminação pelo novo coronavírus.

O novo gripário conta com quatro consultórios médicos com computadores ligados ao PS, além de salas de espera, triagem, posto de enfermagem e pequenas assistências. O prefeito Isael Domingues (PL), ressaltou que o novo equipamento é custeado com recursos do tesouro e deve garantir acolhimento aos moradores que buscarem auxílio médico.

Embora esteja instalado no estacionamento do CEM (Centro de Especialidades Médicas), em frente ao Pronto Socorro e Santa Casa, o espaço deve atender em livre demanda, garantindo estrutura a todas as pessoas que procurarem local. Para o novo espaço, a secretaria de Saúde dispôs testes rápidos da Covid-19 que poderão ampliar a capacidade de identificação da doença no município, uma vez que os resultados chegarão em até uma hora. Segundo a secretária de Saúde, Valéria dos Santos, a medida permitirá que os procedimentos tomados sejam mais assertivos.

No novo protocolo implantado, caso o paciente testar negativo, o atendimento prosseguirá na unidade municipal. Mas se positivar, ele receberá o kit de medicamento e as orientações necessárias para o tratamento da enfermidade.  Em caso de necessidade de internação ou exames mais detalhados, o paciente será encaminhado diretamente ao Pronto Socorro.

Apesar de não confirmar a possibilidade de novas cepas, as autoridades municipais ressaltaram que há elevação dos casos de coronavírus no município e que as mortes diárias em decorrência da doença preocupam.

Incidência – De acordo com o último boletim epidemiológico, Pindamonhangaba registrou mais de 15,2 mil casos de coronavírus. A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da rede pública voltou a operar em vermelho, no limite da capacidade.
Na última semana, após chegar ao limite do atendimento intensivo, a rede privada anunciou a expansão dos leitos com apelo para que a população se cuide e evite sair de casa. Mais de 340 moradores morreram em decorrência das complicações da Covid-19.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?