Política a conta-gotas…

Conexão

Gu Castro e Ballerini

O presidente da Câmara de Aparecida, Gu Castro, e o prefeito de Lorena, Sylvinho Ballerini trocaram figurinhas esta semana, durante um encontro quase que casual na redação do Jornal Atos.
Em pauta, projetos em comum e captação de recursos federais para os municípios no segundo semestre.

 

 


‘Pede pra sair…’

Corre na boca pequena de Cacheira Paulista que a pressão para aprovar as contas rejeitadas de 2018 do ex-prefeito Edson Mota está tão intensa, que até o vereador Rodolpho Veterinário pediu sua baixa na Comissão de Finanças e Orçamento, para evitar assinar um relatório contrário ao Tribunal de Contas.

‘Nenhum de nós’

Thálitha Barboza e Adriana Vieira

Ao que tudo indica, a CEI da Covid na Câmara de Cachoeira Paulista está mais para ‘pizza tamanho’ que para investigação do paradeiro dos R$ 4,2 milhões que o Governo Federal mandou para Edson Mota. A Comissão, que iniciou com Adriana Vieira, Thálitha Barboza e Rogéria Lucas já sofreu duas alterações em sua composição e uma prorrogação de prazo. Para piorar, segundo a boca-pequena, Agenor Todico, que havia substituído a colega Rogéria, pediu para sair na sessão desta semana, enquanto os demais vereadores se recusam em substituí-lo. Moral da história, com apenas dois membros, a CEI, digo que não sei. Ou melhor, para alegria da motolândia, vai pro espaço…

 

Muitos São Jorges para…

Ricardo Piorino

…um cavalo apenas – Comenta-se nas rodas políticas do Mercadão de Pinda que para 2024 vão ter ‘muitos cavaleiros disputando o mesmo cavalo’. Imaginem Roderley Miotto, Everton Chinaque, Renato Cebola, Magrão e seu topete, Cal, Carlinhos Casé e mais três ou quatro da administração correndo na mesma raia contra Ricardo Piorino na disputa da sucessão! E mais, parece que até Norbertinho e Herivelton Vela estão provocando um convite para engrossar o caldo do prefeito Isael Domingues.

 

Multipla escolha

O prefeito de Cruzeiro, Thales Gabriel, está aproveitando ao máximo os bons ventos de sua administração – Shopping chegando, obras do Hospital Regional prestes a começar, Poupatempo, ‘tapete preto’ nas principais ruas e avenidas, praças e bairros sendo transformados, social em alta e outros quesitos. Porém, quando o assunto é sucessão, a coisa complica, metade de seu estafe somado a outros tantos aliados extra-administração no mercado político esperam por sua indicação. Perguntem ao Zé Rogério!!!

‘Fé cega, faca amolada…’

Entre um feriado e outro, a semana foi de exonerações no primeiro escalão do prefeito Sylvio Ballerini. Ouve-se pelos corredores da municipalidade de Lorena que dos quatro secretários na lista de cortes, dois deles deverão passar o feriado preparando seus currículos para oportunidades de emprego. As pastas de Agricultura e Desenvolvimento Econômico abriram vagas…

Não convidem para…

…a mesma picanha  – o prefeito Sylvio Ballerini e o vereador Marcelo Alvarenga, principalmente se o assunto for requerimentos na Câmara de Lorena e o churrasqueiro for o Ulisses Fukuda!!!

‘QI’: quem indicou!!!

Ainda sobre os bastidores da Prefeitura de Lorena, disseram que o assédio de alguns vereadores sobre o prefeito Sylvio Ballerini aumentou nos últimos dias, com as exonerações dos secretários. Segundo os bem informados, o que não tem faltado a Sylvinho são sugestões e indicações para novas contratações. Perguntem ao ‘líder’…

Cara ou coroa?

Pelo andar da carruagem, nenhum político de Aparecida aparenta ânimo para disputar as eleições de 2 de outubro, porém, para as municipais de 2024, pelo menos oito candidatos são esperados para disputar a vaga do prefeito Luiz Carlos – o Piriquito. Segundo o pessoal do entorno da Praça São Benedito, ou o Piriquito convence o vereador Gu Castro a ‘fatura’ de vice-prefeito, ou vai ter que enfrentá-lo com mais sete concorrentes na disputa para o segundo mandato.

Oitivas ou ‘desoitivas’?

A Comissão: Daniele, Ney e Vantuir

Quem acompanhou as oitivas do caso Celão, na Câmara de Guaratinguetá na última quarta-feira, não deixou de observar uma Comissão Processante trêmula e insegura diante das testemunhas, dispostas atirarem o escalpe do vereador em questão. Pelos rumores da torcida, o mais empolgante foi o advogado de defesa, Sérgio Badaró, tralhando as contradições a favor do parlamentar duplamente investigado. O ponto alto foi o delegado Dr. Sannini ter de explicar ao presidente Nei Carteiro, da Comissão, como fazer perguntas aos depoentes. Será que faltou um manual de instrução???

 

 

 

 

O discimulador

Celão

Independente do trabalho da Polícia, Ministério Público e Judiciário de investigar e judicializar os supostos contratos firmados durante a gestão de Marcelo Coutinho – o Celão, frente ao Legislativo de Guaratinguetá, uma conta não fecha para ‘a minoria’, que procura enxergar além do aparente: quem de fato é o protagonista desta trama contra o vereador? Outra pergunta ainda sem resposta, quem estaria se beneficiando deste ‘calvário’ do político – talvez por efeito do passado, presente ou futuro?

 

 

Política do morde e assopra

O ‘vai e volta’ do vereador Norbertinho Moraes, de Pinda, está levando alguns cientistas políticos do pedaço a estudar o fenômeno. Observaram que ele sai da oposição para aplaudir os governistas em fatos relevantes, e em fração de segundos, retorna ao seu ponto de partida no mesmo pique. Comenta-se que esta semana ele sorriu pra foto em um evento da Prefeitura no período da manhã, mas logo a tarde, já estava propondo na Câmara a fiscalização do Tribunal em processo de contratação da Renovar, arrastando mais nove vereadores com ele.

Me ajude a te ajudar

Comenta-se no eixo Taubaté/Pinda que o ex-prefeito Ortiz Junior, que vem candidato a estadual, acertou os ponteiros com Rafael Goffi na base do ‘me ajude que eu te ajudo’. Pelo que se ouviu numa roda de burgueses do Palácio de João Agripino: 15 mil votos nas urnas da ‘Princesa do Norte’, agora em 2 de outubro, valendo em retribuição a Goffi, apoio total na disputa pela Prefeitura em 2024.

Cabo eleitoral de luxo

Em ritmo de pré-campanha em Pinda, rolou em alto e bom tom pelos corredores da Santa Casa, com amplificação nas rodas dos bacanas da cidade, que o médico Fernando Oliveira já tem um deputado federal pra chamar de seu. Fernando, que deverá tentar a sorte para deputado estadual, vai pedir voto para o federal Marco Bertaiolli, ambos do PSD.

Dois em um…

Se com um Fernando como candidato a deputado estadual em Pindamonhangaba, já será difícil convencer os eleitores, imaginem com dois ‘Fernandos’ disputando a mesma posição! Segundo a especulação política do Mercadão, outro desafio do eleitor será identificar entre os sobrenomes: Oliveira e Barbosa. Ah! Também pelos partidos, um do PSD e outro pelo AGIR.

Cereja do bolo

Além de público, é notório que a disputa majoritária do país está influenciando a preferência por partidos em Guaratinguetá. Enquanto o PSDB está sendo desprezado até por tucanos tidos como tradicionais na sigla, outros partidos se tornaram alvo de líderes interessados em apostar no futuro governo. Por exemplo, o PSB, que já foi o endereço do prefeito Marcus Soliva na conquista de seu primeiro mandato, mudou recentemente de presidente e pelo jeito a fila vai andar. Perguntem ao Rodrigo Muassab!!!

Evidência

Uma aparição estratégica da ex-vice-prefeita de Lorena, Marietta Bartelega, dias atrás, em condição de figura pública, ascendeu as expectativas do mercado político com vistas às eleições de 2024. Se não bastasse a filha da saudosa Regina Bartelega acenar para torcida com um ‘mega sorriso’ – bem ao estilo “estou de volta”, a confirmação que ela ainda mantém seu grupo de campanha “botou uma pulga atrás das orelhas” de muitos concorrentes.

Mensagem cifrada

Sabe a ‘estória’ de um marido traído, que ao ser informado sobre a traição, rompeu a amizade com o informante? Pois bem, qualquer semelhança com um prefeito da região, que ficou sabendo da traição descarada de alguns secretários, não se trata de mera coincidência…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?