Apae de Lorena inova atendimento e instala projeto pioneiro na região

Entidade aposta em sala de estimulação precoce para obter melhores resultados; projeto é destinado a crianças entre 4 meses e 5 anos

Assistidos da Apae de Lorena durante oficina de artesanato; unidade anuncia projeto de estimulação precoce pioneiro na região (Foto: Rafaela Lourenço)
Assistidos da Apae de Lorena durante oficina de artesanato; unidade anuncia projeto pioneiro na região (Foto: Rafaela Lourenço)

A Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Lorena deve ser a primeira na região a implantar um novo projeto de reabilitação gratuito, a sala de estimulação precoce. O espaço está na fase final das obras com previsão de inauguração ainda neste semestre.

O projeto, pioneiro entre as associações do Vale do Paraíba, é especializado no desenvolvimento cognitivo desde a infância, entre os 4 meses e 5 anos de idade com diagnósticos de deficiência ou atraso de desenvolvimento.

De acordo com a diretora da entidade, Zilda de Paula Silva, serão realizadas intervenções, terapêutica e multidisciplinar, nas áreas de terapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e psicologia aberta ao público de Lorena, Canas e Piquete. “O trabalho é bem clínico. A gente tem essa margem de público, mas de qualquer forma estamos abertos a população em geral. É um programa diferenciado dentro do que a Apae já oferece para as crianças que precisam deste trabalho de desenvolvimento neurológico, como também bebês de alto risco e crianças acometidas por patologias orgânicas”, comentou.

A área de assistência social está coordenando o trabalho e possui uma lista de espera com 35 crianças. “A procura está sendo bem grande. Há famílias recebendo diagnóstico como autismo, paralisia cerebral e não sabem como trabalhar com essas crianças. Com essa sala, a gente vai poder orientar também os pais”, salientou a assistente social Soeli Marques.

A indicação é de que as maternidades e os pais procurem pela instituição já com o laudo neurológico, seja de deficiência ou de algum atraso de desenvolvimento que o neuropediatra tenha prescrito. Essas crianças passarão por uma triagem e entrarão na fila de espera. “Estamos na fase de avaliação, o que varia de caso a caso. Temos 12 avaliados que também entrarão na fila de espera pois a demanda é grande e a equipe pequena. Precisamos de voluntários”, contou Zilda.

Para a assistente social Solei não adianta ter grande quantidade e não ter qualidade no atendimento. “Precisamos começar, essas famílias precisam de auxílio. Começa com pouco e vamos crescendo. As técnicas já estão montando os grupos para vermos as necessidades”.

A expectativa, inicialmente é de que os atendimentos sejam realizados em um período nas sextas-feiras, para conciliar com os trabalhos da equipe técnica e de acordo com a chegada de voluntários e possíveis convênios na área da Saúde será possível contratar mais funcionários e ampliar os atendimentos. Além de técnicos, a procura segue por um neuropediatra, profissional, que segundo Zilda, é um dos mais cotados e difíceis de encontrar na região.

Estrutura – Após visitas à Apae’s de outras cidades do estado de São Paulo, foi construída uma sala ampla, com banheiro adaptado, que receberá aparelhos e um mobiliário adequado para o trabalho dentro da estimulação precoce. O que auxiliou a instituição foi a doação de todo o mobiliário por uma proprietária de uma sala de terapia ocupacional, que se aposentou.

Neste mês será inaugurada uma sala de terapia ocupacional para pessoas acima de 30 anos com deficiência intelectual.

Há mais de quarenta anos em Lorena, a Apae atualmente atende 124 alunos na área educacional e até duzentos no atendimento assistencial. Assim como outras ONGs, além de doações, a unidade trabalha durante todo o ano com eventos para levantar recursos. Quem puder colaborar com os trabalhos pode entrar em contato através do canal de telemarketing pelo telefone (12) 3159-3550 ou também ir conhecer os trabalhos realizados direto na sede, localizada na rua Wenceslau Brás, nº 300, no Cidade Industrial.

 

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?