Lenço Molhado vence Festival de Marchinhas de Guaratinguetá

Composição de São Luiz leva outros dois prêmios; carnavalescos comemoram retomada

Marchinha vencedora recebe prêmio das mãos do prefeito Marcus Soliva; foliões comemoram retomada (Foto: Juliano Aguilera)
Marchinha vencedora recebe prêmio das mãos do prefeito Marcus Soliva; foliões comemoram retomada (Foto: Juliano Aguilera)

Juliana Aguilera
Guaratinguetá

Mesmo com as chuvas nos três dias de evento, os foliões não desanimaram para participar, dançar e gritar com o 1º Festival de Marchinhas de Guaratinguetá. No domingo, a final contou com seis finalistas: “Começou o Carnaval”, “Marcha do Bloco do Mané”, “No Embalo da Viola…Virei!”, “Lenço Molhado”, “Fábula do Brejo (A Bruxa)” e “A Festa do Peru do João Motor”. “Lenço Molhado”, composição de Benedito Galvão Frade Jr, levou o primeiro lugar.

Interpretada por Ester Fietz e Patrícia Guimarães, a marchinha levou para casa R$ 2 mil, além de R$ 500 pelos prêmios de melhor intérprete e melhor figurino. Para Ester, educadora e carnavalesca, é um momento marcante. “Fiquei muito feliz de sermos o primeiro lugar no Festival de Marchinhas de Guará. Eu tenho a cidade guardada no coração, porque eu sou educadora do Projeto Guri aqui”.

Ela contou que canta marchinhas desde de que começou a trabalhar em São Luiz. “A cidade respira Carnaval o ano inteiro e eu me identifiquei com ela. Desde então, marchinha faz totalmente parte da minha vida”, afirmou a carnavalesca.

Além da premiação, os vencedores participarão dos eventos do Carnaval de Guaratinguetá, em fevereiro. Ester reforçou a felicidade de ser convidada para cantar junto ao tradicional Bloco da Carroça, e disse que espera conseguir conciliar as agendas, já que ela também se apresenta no Bloco da Maricota, de Benedito Galvão, em São Luiz do Paraitinga. Os outros vencedores também foram chamados para se apresentar junto ao Bloco da Carroça, no dia 12 de fevereiro.

O segundo lugar ficou para o cantor, compositor e poeta autônomo Wagner Leandro Ribeiro e seu parceiro Luiz Fernando, de Pindamonhangaba, com a marchinha “No Embalo da Viola…Virei!”. Já o terceiro lugar ficou com Manoel Martins, o Mané, com a “Marcha do Bloco do Mané”. O prêmio de melhor torcida foi para a marchinha “Fábula do Brejo (A Bruxa)”, de Maria Sônia Barbosa, de Paraibuna.

O 1º Festival de Marchinhas de Guaratinguetá também contou com a apresentação da Banda Furiosa em diversos momentos.

Retomada – A palavra “tradição” não saiu da boca de quem foi conferir o evento. Muitos se animaram com a volta das festividades carnavalescas da cidade e comentaram sobre a cultura do samba e das marchinhas de Guaratinguetá. “Acho muito importante para a renovação do Carnaval de Guará. Ele estava muito caído, devido aos outros prefeitos que deixaram o Carnaval morrer, acabaram com os desfiles”, lembrou a foliã Milena Lima, que acompanhou a marchinha Festa do Peru.

Débora Massen foi outra foliã que aproveitou o evento com a família e amigos. Ela está animada com os próximos eventos culturais e afirmou que mesmo com mal tempo não vai parar de curtir a festa. “Carnaval pode ser com chuva”, brincou.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?