Prefeitura e Santuário Nacional se reúnem para implantação da Atividade Delegada em Aparecida

Principal meta de projeto que conta com apoio da PM e Bombeiros é fortalecer segurança à população e turistas da capital católica

GCM’s que atuam na segurança de Aparecida; Município tenta implantar Atividade Delegada com PM’s e bombeiros (Foto: Arquivo Atos)

Thales Siqueira
Aparecida 

O secretário de Justiça e Cidadania, Jefferson Monteiro se reuniu no último dia 10 com o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida e a Polícia Militar, representada pelo Tenente Lopes, para debater os detalhes do projeto de lei e termo de convênio para a implantação da Atividade Delegada em Aparecida.

O projeto visa a realização de convênio entre a Prefeitura, a PM e o Corpo de Bombeiros para a realização de atividades voltadas à segurança pública, que a princípio devem ocorrer aos finais de semanas e feriados. O Santuário ficará responsável por auxiliar na manutenção da atividade.

Na reunião, o Tenente Lopes ainda detalhou como as ações serão realizadas, o efetivo e locais de trabalho.

O convênio permite a utilização de policiais militares em Regime Especial de Trabalho Policial, em dias de folga, no policiamento e no apoio à Prefeitura, atuando como fiscais e realizando patrulhamento.

De acordo com Monteiro, a parceria deve ser concretizada para dar mais segurança aos moradores, comerciantes e turistas que visitam o município. “O principal objetivo é trazer mais segurança à população e turistas, buscando uma integração entre a sociedade e as forças de segurança pública”, frisou.

O secretário falou ainda sobre o funcionamento da escala dos policiais e sobre o custo mensal previsto para o pagamento dos PMs. “A escala e locais de atuação ficarão sob a responsabilidade da municipalidade e terá a princípio um custo mensal aproximado de R$ 30 mil, que abrange o pagamento dos respectivos policiais e as viaturas que serão utilizadas”, explicou sobre o projeto, encaminhado à Câmara.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?