Política a conta-gotas…

Quem vai pagar?

Edson Mota

A pergunta de muitos em Cachoeira é se o candidato do prefeito Edson Mota vai se responsabilizar pelo pagamento da maior dívida trabalhista da história da cidade – 4 anos sem pagar INSS, FGTS e uma quantidade enorme de demissões de concursados sem os devidos acertos.

Comenta-se que fora isso, estimam o endividamento do município em cerca de R$ 130 milhões – e o ciclo da motolândia nem fechou ainda.

Com a palavra, João Bosco Tostado, quer dizer, Torrada!!!

O ‘pai da criança’

Sabe aquele vereador que insiste em ser o ‘pai’ do Auxílio Emergencial Municipal de Lorena? Não tem como enganar, o ‘pai’ é o prefeito Fábio Marcondes e a ‘mãe’, a vice Marietta Bartelega e disso, todos estão ‘careca’ de saber… Perguntem ao Fredney!!!

E por falar em auxílio…

Fábio Marcondes

…as mais de 5 mil famílias carentes de Lorena, beneficiadas com a terceira parcela do ‘bolsa família versão municipal’, já estão indo às compras neste final semana.

Por mais que os vereadores de oposição tentaram inviabilizar o repasse financeiro, criando obstáculos na aprovação do projeto na Câmara, o muito que conseguiram foi diminuir o valor da parcela.

Ao invés de $ 150 reais, o prefeito Fábio Marcondes foi forçado a manter o valor das parcelas anteriores de R$ 122,44.

Disseram que a manobra toda dos ‘Inhos’ foi na tentativa de ofuscar a vice-prefeita Marietta Bartelega, articuladora inicial do Auxílio Emergencial Temporário.

Big brother

Agora a oposição de Cruzeiro passa a ser vigiada por 72 câmeras de monitoramento, diretamente ligadas ao Centro de Operações Integradas – COI. E não somente a oposição como também a situação, a partir do funcionamento desta nova ferramenta de segurança, inaugurado nesta terça-feira, com investimento de R$ 6 milhões. Com a nova medida, a Prefeitura espera reduzir os índices de violência no município e a crítica do pessoal do ‘quanto pior melhor’, que se reúne pelas esquinas e balcões da cidade.

‘Se matando sozinha’

Parece que a candidatura à Prefeitura de Silveiras de Renata Fonseca não está precisando nem da concorrência para se autodestruir nesta eleição. Conta-se nas redes sociais da cidade que seu próprio esposo está se encarregando disso pessoalmente.

Migrantes & indecisos

É voz corrente em Guaratinguetá que a soma dos votos migratórios com os que decidem seus candidatos a prefeito de última hora é o que atribui à cidade a fama de ter a eleição mais traiçoeira da região. Desde a eleição passada de Junior Filippo, que saiu da penúltima posição nas pesquisas para o pódio da vitória – com uma diferença de duzentos e poucos votos – o fato se repetiu com Francisco Carlos para Miguel Sampaio e na última, com Marcus Soliva para Argus Ranieri. Quem arrisca um palpite para o próximo 15 de novembro???

É agora! Quem vai…

…nos socorrer? Embora já esperado por todos em Pinda, o ex-prefeito João Ribeiro está fora da chapa de Luis Rosas, por determinação da Justiça. Enquanto Maria Rita Bissoli é anunciada como a nova vice de Rosas, os espirituosos do mercado político exclamaram: “agora que os servidores ficaram órfãos!”, se referindo a uma minoria do serviço público que pensava em João Ribeiro como patrono da categoria, antes das conquistas que tiveram com o prefeito Isael Domingues!!!

Pomar eleitoral

Das seis candidaturas à prefeitura de Aparecida, pelo menos em quatro foram identificadas a presença de candidatos ‘laranjas’ ao Legislativo. Em duas, mulheres emprestando o nome para completar a cota feminina para garantir a quantidade de homens. Uma outra tem mulheres e homens na condição de laranjas apenas para completar a chapa e atrair o recebimento do fundo partidário.

Enigma

Numa eventual metamorfose do grupo de reza para a quadrilha da ladroeira, do catecismo à cartilha da corrupção, de bom menino a malandro, da diplomação pela Justiça Eleitoral para condição de investigado pelo Ministério Público, de uma vida política promissora rumo ao pódio do município, à ilegibilidade. Ganha uma semana de cafezinho grátis na padaria da rua de trás quem acertar na mosca, quer dizer, no nome do persona…

O que muitos querem saber

Os quatro votos do MDB de Guaratinguetá para liberação da venda dos 243 lotes do Santa Luiza foram por engano na hora da aprovação na Câmara, ou foi permuta para barrar o veto do prefeito no projeto inconstitucional que isentava vagas de estacionamento na Zona Azul? Se foi pelo segundo motivo, parece que não deu certo… Perguntem ao sapiente Fabrício da Aeronáutica!!!

Perguntar não ofende

Foi nesta área do Santa Luzia que o ex-prefeito de Guará encontrou espaço para conceder várias doações em seu período, ou é conversa do corretor que insiste em ser político, ou melhor, candidato a vereador, porém, sem êxito???

Agora é pra valer…

…o desejo de Marietta Bartelega, que dias atrás havia chamado Sylvio Ballerini para um debate, está próximo de ser atendido com a convocação feita pelo Unisal. De acordo com a sucessora de Fábio Marcondes, somente um debate poderia revelar aos eleitores indecisos e comprometidos com o desenvolvimento de Lorena, os quesitos que um candidato tem de possuir como conhecimento administrativo, capacidade de gestão, projetos exequíveis e responsabilidade social e financeira com o etário público. No próximo dia 6, Marietta Bartelega, Flávia Brazuna, Beto Múcio, Sylvio Ballerini e Daniel Munduruku frente a frente no Auditório São Joaquim. Imperdível!!!

E por falar em eleições

Tem candidato de oposição em Lorena que está tão aficcionado na liderança do prefeito Fábio Marcondes, que em pleno palanque de oposição se referiu a Sylvinho, chamando-o de Fábio. Perguntem ao vereador Longuinho…

Inflacionando o mercado

Ventos dos corredores do Legislativo de Lorena dão conta que rolou um ‘fight’ entre os parlamentares que se utilizam do poder econômico para manter-se no cargo. Pelo que se ouviu por trás das portas, um deles quebrou o combinado do valor por voto, superestimando o pagamento ‘aos seus’ eleitores e ainda antecipando parcelas no pré período. A confusão se formou quando os contratados por três vereadores, da classe econômica, descobriram os bem remunerados do maestro do plenário…

Atirando para todos os lados

Na falta do que falar da administração pública de Pinda, a oposição passou a questionar os valores dispensados ao combate da Covid-19, praticamente sem justificativas, a não ser tentar barrar a crescente de Isael Domingues, rumo à reeleição. De acordo com os analistas políticos do mercadão, enquanto se preocupam com o prefeito, esquecem do Doria, que chegou até vetar um projeto de combate à corrupção no Estado aprovado pela Assembleia Legislativa. Perguntem ao cientista que escreve no blog do ‘Luz Baixa’!!!

Não convidem para…

…a mesma picanha os prefeituraveis de Pinda Gustavo Tótaro (PMN) e quem diria, Vito Ardito (PP), principalmente se o assunto for para discutirem a relação entre as candidaturas à Prefeitura, e o churrasqueiro for o ‘menino prodígio’ da campanha do ex-prefeito…

Pegos no flagra!!!

Corre pelas esquinas de Lorena que o prefeito Fábio Marcondes colocou ‘água no chope’ da oposição, mais uma vez, ao denunciar que os ‘inhos’ estavam articulando aumentar o salário dos vereadores neste final de mandato. Na sessão desta semana eles aprovaram na Câmara um decreto que modifica a Lei Orgânica do Município, para na próxima sessão, no apagar das luzes, aprovarem os novos valores.

Mantendo o ritmo

Délcio Sato

Moradores de Ubatuba seguem preocupados com o estado de saúde do prefeito Délcio Sato, que segue internado em São José para o tratamento da Covid-19.

Com a probabilidade de estar ausente das ruas até 15 de novembro, sua equipe de campanha, composta por amigos e apoiadores, permanece em contato com os eleitores, mantendo o ritmo de sua campanha a reeleição.

Disseram ainda que os últimos números eleitorais da orla animou ainda mais sua equipe de linha de frente.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?