Câmara de Pinda aprova redução da passagem de ônibus

Redução na tarifa é aprovada mais de vinte dias após encaminhamento de proposta pelo Executivo

Um dos pontos de ônibus mais movimentados de Pinda; transporte tem redução de tarifa (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Após mais de vinte dias de envio do projeto, a Câmara de Pindamonhangaba aprovou, nesta segunda-feira (26), a redução na passagem de ônibus da cidade. A ação deve funcionar como alívio financeiro à população que utiliza de forma contínua o transporte público.

O projeto foi encaminhado ainda no início do mês, mas encontrou um entrave no orçamento do município, o que inviabilizou a votação naquele período. A proposta teve que retornar à Prefeitura para os ajustes necessários. A atividade visava redução de até R$ 0,50. No início do mês, o Município informou que concederia à Viva Transporte Coletivo Ltda, empresa responsável pelo transporte público, cerca de R$ 100 mil, além da parte variável de R$ 0,90 por passageiro transportado. O objetivo é que o subsídio garanta a cobertura de despesas relativas aos pagamentos de funcionários afetados à prestação de serviços e de outros custos obrigatórios.

Com clima amistoso, o projeto foi aprovado por unanimidade pelos dez vereadores presentes. Somente Marco Mayor (PSDB), hospitalizado para o tratamento de pancreatite, não votou. A medida aprovada é de redução de R$ 0,50 para quem usa cartão, e R$ 0,15 para passagens pagas com dinheiro. A expectativa é que a redução temporária possa começar a valer a partir do próximo mês até o fim do ano. Os parlamentares prometeram ainda estarem atentos aos compromissos estabelecidos, como aumento das linhas e diminuição das aglomerações dentro dos ônibus. “Esta medida é extremamente importante, porque em um momento de pandemia temos que tentar viabilizar o transporte público e também a empresa, que passa por uma série de problemas; não só aqui mas empresas de todo o Brasil que, em virtude da pandemia, acabam não conseguindo manter o número adequado de veículos e a qualidade do transporte, prejudicando o distanciamento social. Esta iniciativa vem em boa hora!”, comentou o prefeito Isael Domingues (PL).

Histórico – A Viva Pinda é a responsável pelo transporte público da cidade há mais de dez anos. No último ano, cresceu a insatisfação dos moradores com o serviço prestado pela empresa. Além de falta de linhas de ônibus, há também relatos de aglomerações em horários de pico. Ainda em 2020, os trabalhadores chegaram a entra em greve motivados pelas condições da atuação na cidade.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?