Acusados de matarem mãe e bebê em Guará são presos em Minas Gerais

Dupla de suspeitos estavam escondidos em Caxambu; vítimas foram executadas com tiros na cabeça

A jovem Isabela Santos e seu filho Ítalo, assassinados em Guará; suspeitos são capturados (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)

Da Redação
Guaratinguetá

Após uma denúncia anônima, a Polícia Militar de Minas Gerais capturou na última terça-feira (23) dois homens em Caxambu acusados de assassinarem uma jovem de 19 anos e seu filho de apenas um ano em Guaratinguetá no fim de 2020. Com a prisão da dupla, a Polícia Civil tentará descobrir a motivação do crime, que causou revolta na região.

De acordo com a PM de Minas Gerais, informações apontaram que os autores de um duplo homicídio no interior de São Paulo estavam escondidos numa casa na Rua Treze, no bairro Novo Horizonte em Caxambu.

Ao invadir o imóvel, os policiais detiveram a dupla. Em um dos cômodos da residência, os PM´s apreenderam um revólver e uma porção de maconha.

Em contato com a Polícia Civil de São Paulo para a checagem das documentações dos acusados, a equipe mineira constatou que eles possuíam mandados de prisão pelos assassinatos de Isabela Santos e de seu filho, o pequeno Ítalo, ocorridos em 29 de novembro do ano passado, no bairro Pingo de Ouro em Guará. Na ocasião, moradores da rua Manoelina de Oliveira Cabete acionaram à PM após ouvirem disparos de armas de fogo vindos do interior de uma casa. As testemunhas relataram também terem visto dois homens com capacetes deixando o imóvel numa motocicleta.

Ao entrar na residência, os policiais encontraram a jovem e o bebê baleados na cabeça. A criança morreu no local e Isabela poucos minutos depois, no Hospital Frei Galvão.

Levados à Delegacia de Caxambu, os acusados deverão ser transferidos à Guará até o fim desta semana, onde serão interrogados pela Polícia Civil sobre o caso.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?