Ubatuba proíbe ônibus e vans de turismo de apenas um dia

Ação busca reduzir fluxo de turistas em meio à pandemia; medida é válida por até um mês

Trabalho de fiscalização em Ubatuba; transporte de turismo “bate e volta” é barrado na cidade (Foto: Divulgação PMU)

Lucas Barbosa
Ubatuba

O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), baixou um decreto na última quinta-feira (10) suspendendo a emissão das senhas de acesso para ônibus e vans de turismo de permanência de apenas um dia, prática popularmente conhecida como “bate e volta”. A iniciativa tenta amenizar a invasão de visitantes prevista para ocorrer durante o Verão.

De acordo com o decreto, a paralisação da concessão de guias de autorização de entrada dos veículos turísticos será válida por um mês, podendo ser prorrogada pelo mesmo prazo.

Na justificativa, o chefe do Executivo destacou a necessidade da adoção da medida para reduzir o fluxo de visitantes na cidade litorânea, reduzindo consequentemente aglomerações e a propagação do contágio pelo novo coronavírus.

As empresas de transporte de passageiros que forem flagradas desrespeitando a ordem ou fraudando as guias serão punidas através da suspensão da autorização de atuação na cidade, emitida e regulada pela Comtur (Companhia Municipal de Turismo).

Além do congelamento das senhas dos ônibus e vans de “bate e volta”, a Prefeitura promete implantar diversas outras alternativas para tentar conter o avanço da doença durante a temporada turística de Verão como: montagens de barreiras sanitárias nas entradas da cidade, intensificação de vistorias em estabelecimentos comerciais e ações de conscientização em praias e vias centrais.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde, Ubatuba contabiliza até a tarde desta quarta-feira (16) 2.529 moradores infectados pelo novo coronavírus, sendo 46 mortos, 2.243 recuperados e 14 internados, entre eles 11 na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e três no setor clínico.

 

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?