Pinda tenta atrair população para Plano de Educação

Fórum Permanente é criado para propor mudanças e fiscalizar setor; prazo para inscrições se encerra dia 22

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Para contar com a contribuição da população na elaboração do Plano Municipal de Educação, a Prefeitura de Pindamonhangaba abriu até o próximo dia 22 as inscrições para a formação de um fórum permanente de debates. As comissões serão responsáveis por ‘fiscalizar’ e propor estratégias que elevem a qualidade e funcionamento do plano educacional.
De acordo com a medida, o Fórum Permanente do Plano Municipal de Educação tem como principal objetivo ser o canal de comunicação entre a população e o poder público em discussões que contribuam em medidas que qualifiquem o setor da educação de Pindamonhangaba. Além disso, as comissões que serão formadas após a fase de inscrições coordenarão a elaboração participativa do Plano de Educação e, após sua aprovação, serão responsáveis pelo monitoramento das metas.
Segundo a secretária de Educação, Maria Aparecida Pedroso, o Fórum deverá ser composto por profissionais da Educação, alunos e representantes de instituições educacionais públicas e particulares do município.
“O Fórum será uma instância de debate sobre as vinte metas estabelecidas no Plano Municipal e as estratégias correspondentes a cada uma. É a primeira vez que esta ação ocorrerá em Pindamonhangaba e nossa expectativa é que a população colabore muito”, ressaltou Maria Aparecida.
Após a realização das discussões, os principais temas serão levados às audiências públicas, que devem ser organizadas pelas comissões, para que sejam avaliados.
A expectativa do Executivo é que durante o Fórum surjam ideias que ajudem alavancar a qualidade do setor educacional do município. As principiais discussões devem girar em torno à educação infantil, fundamental, inclusiva e a valorização do magistério.
Os interessados em compor as comissões durante o Fórum Permanente devem se cadastrar no site oficial da Prefeitura até o próximo dia 22.
Preocupação – De acordo com Maria Aparecida, o baixo número de inscritos vem preocupando a pasta. “Infelizmente não temos o número esperado de inscritos, mas acredito que nas próximas semanas isso mudará, pois já terá se encerrado o período de férias e viagens de fim de ano. Tomara que o maior número possível de moradores busque esta participação, pois ela será fundamental e colaborará muito com o nosso trabalho”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?