Os Bastidores da Política

Um milhão e meio

Marietta Bartelega

Quem marcou positivamente o retorno das atividades econômicas de Lorena, foi a vice prefeita Marietta Bartelega, com a injeção financeira de aproximadamente R$ 1,5 milhão no comércio local, através do Programa de Auxílio Emergencial Temporário às famílias de baixa renda.

Marietta utilizou todas as ferramentas de mídias sociais para conscientizar os mais de 5.500 beneficiários do apelidado ‘Bolsa Família Municipal’ a consumirem o valor do cartão que que receberam no comércio local.

A boa notícia é que a campanha deu certo; em resumo todos satisfeitos, os empresários, as famílias assistidas e a vice pela missão cumprida e por colocar mais comida na mesa das pessoas.

 

Propostas

Ricardo Piorino

Rola entre os bem informados de Pinda, que o índice de aprovação da administração pública tem provocado dois efeitos na corrida eleitoral deste ano: enquanto os números elevam a estima dos governistas que buscam vagas na futura Câmara, a ‘depressão eleitoral’ toma conta de muitos opositores ligados aos prefeituráveis.

Rumores que algumas lideranças com seus respectivos partidos andam pedindo exílio ao grupo do prefeito Isael Domingues, viralizou como filme repetido pelos corredores da municipalidade.

Perguntem ao sempre vice, Ricardo Piorino!!!

 

Socorro financeiro

Pita e Celão

O presidente da Câmara de Guará, Marcelo Coutinho – o Celão, surpreendeu novamente os eleitores esta semana, com o socorro financeiro ao prefeito da cidade, para pagar a mão de obra da construção da passarela de acesso do PS para a Santa Casa.

Com este valor de R$ 105 mil, a Casa de Leis soma R$ 305 mil de economia no Legislativo devolvidos à Prefeitura nos últimos noventa dias, em função da pandemia do novo coronavírus.

 

Socorro policial

Mauro Fradique

Numa rápida comparação, enquanto o presidente de Guará leva os vereadores a auxiliar o prefeito com aporte financeiro neste período da Covid-19, o de Lorena, Maurinho Fradique, pede reforço das polícias Militar e Civil para garantir sua integridade física e emocional durante as realizações das sessões.

Segundo a patuleia, Maurinho, que nega vínculo com seu tio, Samuel Fradique – que agravou ainda mais a situação financeira da cidade e região – não está suportando a pressão dos lesados reclamando o sumiço do presidente da SFO e por síndrome do pânico, ocorra uma invasão e quebra-quebra no plenário.

 

Ruptura

Marcinho e Erica

Ganhou quem apostou em Potim, que o atual vice, Marcinho do Supermercado (PV), não seguiria ao lado de Erica Soler (PL) nesta eleição. Pelo que se ouviu nas esquinas da praça, Marcinho não resistiu o assédio do grupo de João Cascão e resolveu encabeçar a candidatura majoritária com João Marcelo (PSB) de vice.

Sendo assim, Marcinho é o quinto candidato a pegar a fila entre os que se opõe a reeleição da prefeita Erica Soler, que já disputa contra Emerson Tanaka, João Luiz e Carlinhos Zaga. Isso se não parecer mais um ou dois para dividir ainda mais o mercado eleitoral da cidade.

 

Não convidem para…

…a mesma picanha – a secretária de Educação de Guará, Beth Sampaio e os vereadores Marcelo da Santa Casa e Fabrício da Aeronáutica, principalmente se o churrasqueiro for o Pedro Sannini, que na hora da votação do requerimento de informação sobre contratação de terceirizadas, saiu de fina do plenário!!!

Disputa no plenário

O requerimento com pedido de informações à Secretaria de Educação de Guaratinguetá, aprovado esta semana na Câmara, coloca em rota de colisão a secretária da pasta com os vereadores de oposição – que buscam ocasião para abertura de uma CEI. Se a decisão for para o confronto no plenário do Legislativo, ou seja, para votação, o presidente Celão poderá ser novamente o ‘fiel da balança’ a favor da primeira dama da Educação no município, Beth Sampaio. Perguntem ao João Pita, que já corre nos bastidores dos poderes para ‘apagar o incêndio’…

 

Cor de rosa choque

Dadá Diogo

Esquenta o clima eleitoral de Cachoeira com oito candidaturas à Prefeitura sendo articuladas no mercado político.

Esta semana quem definiu o grupo à espera do período das convenções foi a vereadora Dadá Diogo que segue conversando com outras frentes partidárias e para escolha de seu vice na majoritária.

Além de seu partido o PODEMOS, ela soma com o PP e PRB com chapa completa de candidatos à Câmara. Segundo a boca pequena, Dadá ganhou respeito de muitos eleitores do município por se manter oposição aos ‘desmandos’ de Edson Mota, inclusive como autora da ação que chegou afastá-lo do cargo.

Formula I da eleição

A corrida eleitoral nem saiu da faze preparatória e dos treinos e a especulação política de Lorena já identificou o ganhador do ‘prêmio Barrichello’ desta temporada. Em aquecimento aos motores, tem ‘escudeiras’ completando a segunda, a terceira e até a quarta volta e o ‘Barrichello’ versão Terra das Palmeiras não conseguiu acertar nem o ‘GPS’ do itinerário e a equipe, ainda deixa a desejar.

 

Os dois lados da moeda

Pela leitura dos bem informados de Cruzeiro, se está difícil para oposição escolher um ‘nome diferenciado’ para disputar o Executivo da cidade, para o prefeito Thales Gabriel´, se for depender de um vice para garantir sua reeleição, as coisas também não estão fáceis. Pela avaliação do mercado político, independente da quantidade de alianças que Thales celebrou com as lideranças locais, ‘se juntar todos, é capaz de não dar um’. Ah! Disseram ainda, se o prefeito for depender de alguém entre seu secretariado para compor sua majoritária, não se tem notícia de nenhum com jogo de cintura suficiente para missão.

 

Palanque limitado

Pipas e Goffi

Em ritmo de pré-campanha em Pinda, o plenário da Câmara virou alvo de atenção da especulação política, quando a dupla que sobrou na oposição Rafael Goffi (PSDB) e Ronaldo Pipas (agora DEM) levou uma lambada de 8 votos a 2 para o arquivamento da CEI que pretendia transformar a Reforma Administrativa na Prefeitura num embate eleitoral.

Com a intervenção precisa do presidente Felipe Cesar, o Legislativo foi poupado para assuntos mais sérios da cidade, ao invés de servir de ‘combustível’ para um cenário de ‘falácias politiqueiras’.

 

Salvando a renda…

Samuel de Melo

…familiar – A Câmara de Lorena tentou mais uma vez e conseguiu – na voz da oposição – reduzir o índice do ISSQN da Unimed, de 5% para 2% na sessão desta semana.

Mesmo a cooperativa médica sendo de caráter privado e sem nenhum viés de filantropia, o vereador Samuel de Melo defendeu de ‘unhas e dentes’ – a manutenção dos empregos dos parentes no Hospital – a derrubada do veto do Executivo no projeto, que tentava barrar o privilégio da Unimed em detrimento dos demais planos que operam na cidade, que continuaram com a carga tributária de 5%.

Perguntar não ofende

Quantos atendimentos gratuitos ou sociais sem custo à população de Lorena, que a Unimed disponibiliza mensalmente? Qual a contribuição que a cooperativa médica mais rica da cidade oferece à Assistência Social do município?

 

Mensagem cifrada

Aquele político que limpou os cofres público de Lorena há mais de 10 anos e, visando a eleição desse ano, deixou sua grana aplicada numa ‘conhecida’ empresa de investimentos; agora para tentar recuperar mais de R$1,2 milhão está pensando em acionar a Justiça. Só que tem um porém: é necessário comprovar a origem do dinheiro. Hi! Será que vai informar que é a Prefeitura???

Em Baixa

Estado – As decisões judiciais que obrigaram Cruzeiro e Lorena a divulgarem novos decretos sobre as atividades comerciais, reduzindo para quatro horas de atendimento para seguir as normas estipuladas pelo governo estadual de João Doria, deixaram ainda mais preocupados os prefeitos Thales Gabriel e Fábio Marcondes, respectivamente. Em Lorena, mesmo com a Prefeitura seguindo a determinação, a visão é de que com menor horário, a demanda de consumidores será obrigada a se aglomerar ainda mais. Para analistas, faltou lógica a quem “canetou” sobre cidades e necessidades que mal conhecem, colocando em risco a mais que polêmica flexibilização.

 

Em Alta

UPA do Araretama é um dos sinais que a atual administração conseguiu dar de sobrevida estrutural no atendimento dos moradores mesmo em meio à crise trazida pelo novo coronavírus. com o novo centro médico, a cidade deve qualificar ainda mais a assistência a população e ainda garantir possível reforço em caso de mais confirmações nas próximas semanas. Entre as mensagens que a pandemia deve deixar para o poder público é de que: somente administradores que realmente contavam com plano de governo sérios, conseguiram apresentar resultados durante a atual crise

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?