Bastidores da Política

Fora do páreo

Dr. Davi Mota

A presença do vice-prefeito de Cruzeiro, Davi Mota, na inauguração da Praça Dr. Antero Neves Arantes – a conhecida praça da rua Sete, engrossando o time das autoridades no evento, trouxe uma certeza no time que disputa a indicação para ser o próximo vice do prefeito Thales Gabriel: “ele (Dr. Davi) está fora do páreo”.

Segundo a legislação eleitoral, nenhum candidato de 15 de novembro pode dar as caras em inaugurações e eventos oficiais. Disseram que a sondagem que fizeram ao ex-prefeito Paulo Scamila para um eventual convite – dentro da seletiva dos vices – preocupou muito os dois interessados da Câmara, que para piorar o embate, ouviram em alto e bom tom que Paulo Vieira passou a se interessar pelo posto. Durmam com este barulho…

Pressão tucana

Outra situação que está ‘tirando o sono’ e ao mesmo tempo ‘matando de raiva’ muitos que sonham com a possibilidade de ser o vice de Thales Gabriel, é a pressão do PSDB pela vaga. Ventos dos corredores do Paço Municipal dão conta que a aliança só não concretizou diante da insistência do Palácio do Governo, porque a única sugestão até o momento é de Manoel Amorim…


Sábado decisivo

Três das cinco candidaturas mais comentadas de Guará escolheram o último sábado para definir a majoritária e candidatos à Câmara. Argus Ranieri, do MDB, recebeu em sua chácara seu vice, Marcelo Meirelles, do PSDB, e representantes dos partidos PDT, PSL, PTB, Patriota, Republicanos e Solidariedade, somando oito siglas. O grupo de Marcus Soliva agendou a Casa de Leis para recepcionar os convencionais dos cinco partidos aliançados para reeleição. Além do PSC, filiados do PL, PRTB, PMN e PSB assinaram a ata e ensaiam o grito de guerra para garantir no mínimo quatro cadeiras do futuro Legislativo. Nesse mesmo sentido, Junior Filippo do PSD, foi recepcionado junto com os candidatos do PTC na residência do fiel escudeiro Zé Maria.

O preço do voto

Na projeção da temporada de caça aos votos, Junior Filippo planeja sua campanha com apenas 34 postulantes à vereança. A turma do prefeito afina o discurso com 71 candidatos à Câmara. A Argus Raneri, se os oitos partidos que assinaram coligação majoritária com ele tiverem chapa completa para o Legislativo, soma-se 115 nomes. A pergunta que fica: Enquanto Filippo sinaliza ‘sola de sapato’ e baixo custo em sua estrutura eleitoral e Soliva, com lastro financeiro, deve administrar o dobro de seu contingente, qual a ‘porta da esperança’ que Ranieri ‘espera abrir’ para conseguir recursos para mais que o dobro dos seus dois principais concorrentes?

Última chamada

O período das convenções em Guará ainda vai revelar mais candidatos, podendo chegar a 251 disputando vaga na futura Câmara. O PT deve homologar Dr. João Carlos a prefeito e Rafaela Molina do PSOL para vice, acompanhados de 14 nomes para o Legislativo. O prefeiturável Cesar da Florestal, com seu vice Ronaldo Marques, pré-anunciou chapa completa, ou seja 17 candidatos a vereador.

Perguntar não ofende

Se o vereador Careca confessou a fraude em seu voto, por que não confessa também o comparsa que votou em seu lugar? Ou seja, para quem ele passou sua senha do placar eletrônico?

Casa dos artistas

Careca da Locadora

A terça-feira foi de espetáculo na Câmara de Lorena, em mais um capítulo da tal CPI que investiga o que muitos vereadores – inclusive alguns da base – sabem mas não esclarecem: o voto fraudulento do Careca da Locadora.

Como parece que o lance da comissão é mudar o foco, quer dizer, proteger o Careca, eles intimaram para depor o secretário de Segurança do município, o chefe da Guarda e dois agentes da GCM, que além de levarem um ‘chá de cadeira’ das 14h às 22h, tiveram seus depoimentos traduzidos à moda Elcio Vieira Jr. para a ata.

Tanto é, que o chefe da Guarda se recusou assinar seu depoimento, totalmente avesso ao que havia falado. Detalhe: o trio que comandou a ‘investigação’ não permitiu transmissão e nem vídeo para a página da Câmara no Facebook e canal no Youtube.

Agora é oficial…

…o PSOL de Pinda vai disputar o mercado eleitoral da cidade com Gabriel Cruz a prefeito e Thuany Faria de vice. De forma virtual o partido realizou sua convenção no último domingo, mas parece que só conseguiu definir nove candidatos a vereador.

Renovação

O mercado político de Pindamonhangaba joga com apenas 50% de renovação para futura Câmara, já que pelo menos quatro vereadores não estarão com suas fotos nas urnas para o Legislativo; são eles: Felipe César, Roderley Miotto, Rafael Goffi e Ronaldo Pipas. Dois porque desistiram da vereança (e um deles não foi efetivado como vice), e dois por envolvimento em candidaturas majoritárias. Dos sete parlamentares restantes, quatro deles têm mais 70% de chances de não estarem entre os reeleitos, segundo pesquisa consultiva encomendada por um partido de centro esquerda da cidade. Como diz o ‘Rei’: “são muitas emoções…”

Ata ou desata

Vito Ardito

A quinta-feira é decisão para candidatura a prefeito de Vito Ardito, em função da convenção do PP – se é que não tenha nenhuma desistência planejada – para agora ou nas vésperas da eleição. Disseram que a dificuldade em chegar no dia da convenção com um vice, o ruralista Aristeu Tranim, foi grande.

Como a especulação política não para, já estão atribuindo ao ex-prefeito o incentivo de uma ‘outra candidatura’ apenas para esquentar os debates tão esperados pelos eleitores. Que Isael prepare sua armadura…

Antes só, que…

Circula pelos corredores sindicais que o PT deverá seguir sem compromissos majoritários, na esperança que os eleitores de qualquer candidato a prefeito tenha liberdade de votar em alguns dos seus postulantes à Câmara, onde se destaca Herivelton Vela e Zarur de Moreira César. Com a palavra, os eleitores…

Completando a lotação

Na reta final das convenções, a base de apoio à reeleição de Isael Domingues e Ricardo Piorino, ainda está recebendo aliados e até grupos fechados.

De forma velada, comenta-se que até candidatos a vereador de outras ‘paixões e cores’ estão sugestionando apoiarem discretamente o prefeito e seu vice, enquanto a concorrência corre contra o tempo para se organizar para o confronto de 15 de novembro…

 

O PSDB de Lorena realizou sua convenção para formalizar aquilo que todos na cidade já sabiam: os irmãos Ballerinis são autossuficientes para vencer as eleições em família; os ‘inhos’ estão todos unidos no palanque, incluindo o quarteto Maurinho (sobrinho do ‘homem’), Longuinho, Vaguinho e Elcinho, demonstrando que a turma do ‘balacobaco’ que anarquizou a Prefeitura de 2008 a 2012 com o “caça prefeito, volta prefeito” pode avançar aos cofres municipais novamente.

Disseram que outros manjados se destacaram além dos obesos nos bastidores, Samuel da reza, Tanga Frouxa e outros que não são ‘dignos de nota’…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?