Piquete descarta avanço da Covid-19 após Expoterra

Prefeitura afirma que não houve aumento de infectados; cidade não tem pacientes internados com a doença

Teste negativo da Covid-19; Piquete após realização de evento comemora o não aumento de casos da doença da cidade (Foto: Arquivo Atos)

Da Redação
Piquete

Após duas semanas de intenso monitoramento, a Prefeitura de Piquete anunciou na última segunda-feira (25) que não registrou um aumento de casos de Covid-19 após a Expoterra Piquetão 2022. Com atrações musicais de peso, o evento atraiu no início deste mês centenas de turistas e causou aglomerações, fatores que poderiam ter contribuído para o avanço da doença na cidade.

Em nota publicada na página oficial da Prefeitura na rede social Facebook, a secretaria de Saúde informou que até a última segunda-feira (25) não havia nenhum paciente internado por Covid-19 na cidade. Segundo o mais recente boletim epidemiológico divulgado no site da Prefeitura, a situação se mantém até a noite desta quinta-feira (28).

De acordo com a secretaria de Saúde, havia uma preocupação em relação a um possível crescimento do número de moradores infectados após a Expoterra, realizada entre os últimos dias 7 e 10. Porém, um intenso trabalho de monitoramento promovido, entre os últimos dias 11 e 25, no Pronto Atendimento e unidades de saúde, apontou que a situação não se agravou.

O boletim epidemiológico divulgado na última segunda-feira revelou que o município possuía apenas 16 casos ativos, sendo que todos apresentavam apenas sintomas leves. Além de revelar que o quadro segue o mesmo até a tarde desta quinta-feira, o mais recente informe atesta que a cidade contabiliza, do início da pandemia até o momento, 3.196 casos confirmados, 52 mortes e 3.128 pacientes recuperados.

O Jornal Atos solicitou à secretaria de Saúde mais informações sobre o trabalho de monitoramento e sobre o número de casos ativos de Covid-19 que Piquete registrava até o último dia 6, véspera da Expoterra, mas nenhuma resposta foi encaminhada até o fechamento desta edição.

Preocupação – Dados divulgados pelas secretarias de Saúde da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) na última sexta-feira (21) revelam que a aréa registrou quatro novas mortes causadas pela Covid-19 na semana anterior. Duas das vítimas fatais, que não tiveram seus sexos e idades divulgadas, eram moradoras de Caraguatatuba. Já os outros dois óbitos, ocorreram em Cruzeiro e Lorena.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?