Com vagas abertas até domingo, Projeto Guri reúne histórias e oportunidades na região

Programa tem últimos dias para inscrição em cursos gratuitos de música na RMVale; participantes contam passagens com mudanças de vida e sonhos realizados

Com 27 anos de atuação, o Projeto Guri atende de forma gratuita mais de sessenta mil jovens em todo o estado (Foto: Reprodução)

Jessica Alves
RMVale

O programa de educação e inclusão sociocultural Projeto Guri, que oferece atividades gratuitas de música destinadas a crianças e adolescentes de 6 a 18 anos, está com inscrições abertas até o próximo domingo (31). Ao todo, 1.376 vagas foram disponibilizas em vinte cidades da RMVale (Região Metropolitana Vale do Paraíba e Litoral Norte).

Integrando em uma mesma sala crianças e adolescentes de diferentes idades, gêneros e condições sociais, econômicas e físicas, o projeto também trabalha a igualdade de acesso entre os que sonham aprender a tocar algum instrumento, seguir uma carreira profissional ou simplesmente buscam conforto e propósito. “Além de me ocupar no dia a dia, eu aprendo algo que gosto muito. Me sinto como uma pessoa importante para o grupo e sempre tento dar o meu melhor para assim incentivar outros alunos do Guri”, contou Brenda Rayssa, que faz parte do Grupo de Referência do coral em Lorena.

“Muitas crianças que eu vejo estão conhecendo coisas novas. Elas ficam encantadas com aquilo, sentem vontade de se aprofundar e começar a tocar em lugares”, completou Rayssa.

Além do ensino musical, o projeto promove o acompanhamento social com o fortalecimento de vínculos familiares e da criação de redes de apoio no município, como sociedades socioeducativas e o ‘fazer musical coletivo’. Com essas premissas, o projeto Guri já mudou a realidade de muitos jovens, como contou a Carol Rosa, coordenadora do polo Guri Lorena. “Assim que iniciei meu cargo na cidade, tive meu carro roubado por um jovem. Eu e minha família encontramos o carro, o jovem e sua família. Ele havia perdido o pai, sua mãe tinha de deixar os cinco filhos em casa para sustentá-los com salário mínimo”, lembrou. “Encaminhei o caso deles para o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e fiz um acordo com o jovem e sua mãe, de que se ele fizesse parte como aluno do Projeto Guri, não haveria um boletim de ocorrência e ele receberia uma segunda chance. Hoje ele tem 18 anos, é jovem aprendiz e toca teclado na igreja”.

Desde sua fundação em 1995, o Projeto Guri já atendeu em torno de um milhão de crianças e adolescentes em seus 384 polos de ensino no estado de São Paulo.

O impacto positivo de suas ações na sociedade cultiva nos envolvidos uma visão mais positiva sobre a realidade, como pontua Carol. “Mesmo sabendo de todas as dificuldades que a falta, muitas vezes de investimento, de visibilidade da cultura e dos projetos musicais traz; ainda assim vale a pena, se não tivermos crença no bem que fazemos, nada mais vale a pena”.

Entre os cursos oferecidos pelo projeto estão as aulas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, teclado, piano, coral, iniciação musical, percussão, violão, clarinete, flauta transversal, saxofone, eufônio, trombone, trompete, oficina de tecnologia musical.

Para se inscrever não é necessário ter experiência, conhecimento prévio, nem instrumento próprio, pois serão fornecidos aos participantes. As matriculas devem ser feitas de forma presencial nos polos do projeto, apresentando uma cópia do RG ou certidão de nascimento do aluno, RG do responsável, comprovante de matricula escolar simples e comprovante de endereço.

Oportunidades na RMVale – São 661 vagas foram disponibilizadas em 11 polos de ensino dos municípios da RMVale, entre eles Lorena (68), Aparecida (46), Areias (35), Cachoeira Paulista (72), Caraguatatuba (88), Guaratinguetá (160), Ilhabela (47), Pindamonhangaba (23), Piquete (9), Silveiras (38), Roseira (9) e Ubatuba (16).

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?