Vereador Léo Fênix é eleito para presidir a Câmara de Cachoeira em 2023

Vereador revela quatro metas para período à frente do Legislativo: reforma administrativa, valorização do funcionalismo, concurso e capacitação dos vereadores

O vereador Léo Fênix, eleito presidente para o ano de 2023; parlamentar revela programação de reformas (Foto: Reprodução)

Andréa Moroni
Cachoeira Paulista

Leonardo Guimarães Pereira da Silva, o Léo Fênix (PSB), será o presidente da Câmara de Cachoeira Paulista, em 2023. A eleição foi realizada na sessão da última segunda-feira (12), garantindo ao vereador a chance de implantar mudanças, como a duração de mandato na mesa diretora.

Também foram eleitos os novos presidentes das comissões da Casa: a vereadora Rogéria Lucas (PODE) presidirá as comissões de Justiça e Redação; Ética e Mérito Comunitário. O vereador Carlinhos da Saúde (PL) presidirá as comissões de Finanças e Orçamento; Saúde e Assistência Social. A vereadora Ângela Protetora (MDB) vai presidir as comissões de Educação e Cultura; Desportos e Juventude. O vereador Rodolfo Borges (REDE) estará à frente da Comissão de Obras e Urbanismo.

Léo Fênix revelou que como presidente terá quatro metas principais: uma reforma administrativa, a valorização do funcionalismo público da Câmara; a realização de um concurso público para completar o quadro de funcionários e a capacitação dos colegas vereadores. “Eu pretendo valorizar os nossos funcionários e uma das ações será aumentar o Vale Refeição, dos atuais R$ 506 para R$ 1.012. E quero também realizar o concurso público para dar chance para aqueles que precisam trabalhar”.

Léo Fênix disse que a intenção é oferecer capacitação para os vereadores, com cursos e seminários para os colegas. “O vereador precisa de capacitação para não ter só a ‘visão de Cachoeira Paulista’”.

O projeto de aumentar o mandato da presidência da Câmara de um para dois anos está na pauta. “Está em tramitação na Comissão de Justiça e Redação e já teve uma emenda para que essa mudança aconteça apenas na próxima legislatura, em 2025. Eu acho que um ano só é muito pouco para quem vai gerir a Câmara. Vamos analisar também a possibilidade de permitir a reeleição para a presidência”.

Outra mudança que entrará em vigor em 2025 será o aumento do subsídio do vereador em Cachoeira Paulista, mudança já aprovada e que, a partir de 2025, elevará o subsídio dos atuais R$ 1.212 para cerca de R$ 5,5 mil”, informou Fênix.

O vereador também pretende pedir 7% do duodécimo, que é repassado pela Prefeitura, para que além de valorizar o funcionalismo, ele possa mudar a Câmara de endereço. “O prédio da Polícia Rodoviária Federal, na Chácara do Moinho, está vago e pode receber a Câmara. Esse projeto já está sendo estudado por mim e por outros vereadores”.

Sobre a relação com o Executivo, o próximo presidente acredita que não haverá dificuldades no diálogo. “Eu tento sempre manter um bom relacionamento com o Executivo e com os outros vereadores e isso deve crescer a partir do ano que vem e vamos conseguir fazer coisas boas para a população”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?