Com dez vagas, Frente de Trabalho é aprovada em Cachoeira

Projeto beneficia moradores com auxílio para desempregados e qualificação; primeiros contratos são de 12 meses

Funcionários públicos durante serviço de manutenção em Cachoeira; Câmara aprovou implantação do Pead (Foto: Reprodução PMCP)

Jessica Alves
Cachoeira Paulista

A Câmara de Cachoeira Paulista aprovou a implantação do Pead (Programa Emergencial de Auxílio ao Desempregado), que beneficia moradores de baixa renda com um auxílio desemprego no valor de R$ 900 mensais e com a participação em programas de qualificação profissional. A ação tem foco em situação de vulnerabilidade social.

O programa foi criado a partir do projeto de lei 25-2022 e será coordenado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Emprego e de Assistência Social.

Ao todo, dez vagas serão preenchidas e os participantes terão uma carga horária de seis horas diárias, em cinco dias por semana, destinada a trabalhos sociais e à capacitação profissional.

As atividades a serem exercidas exigem 25 horas para limpeza e restauração urbana com foco no trabalho com roçadeira e cinco horas para qualificação profissional, com participação obrigatória em palestras e treinamentos. “Nós conseguimos agora comprar as roçadeiras e vamos contar com esse trabalho para dar um avanço na limpeza”, contou o prefeito Antônio Carlos Mineiro (MDB).

Os contratos de trabalho são de 12 meses, podendo, de acordo com Mineiro, ser prorrogado. O processo seletivo tem previsão de início na próxima segunda-feira (2). Em primeiro momento, somente dez contratações serão realizadas, mas o Executivo não descartou a possibilidade de novas seleções no futuro.

Para se inscrever é necessário ter mais de 18 anos e comprovar fazer parte da população baixa renda e desempregada residente do município. Entre outras especificações para ser beneficiado com a ação estão: idade mínima de 18 anos na data da inscrição, estar quite com as obrigações militares, em gozo de seus direitos políticos, civis e eleitorais, não ter sido despedido ou exonerado no serviço público; não ser aposentado nem estar em idade de aposentadoria compulsória, possuir boa saúde física e mental, não ter deficiência incompatível com o exercício das atividades a que se propõe desenvolver e não possuir qualquer benefício previdenciário.

Outras informações sobre o Pead estão no site cachoeirapaulista.sp.gov.br.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?