Cachoeira promete intensificar fiscalização contra descarte de lixo na feira livre

Feirantes flagrados desrespeitando lei municipal devem ser multados; acúmulo de resíduos desagrada famílias do bairro Vila Carmen

Feira livre à céu aberto; Prefeitura aumentará fiscalização para despejo de lixo por feirantes em Cachoeira (Foto: Arquivo Atos)

Da Redação
Cachoeira Paulista

A Prefeitura de Cachoeira Paulista confirmou, na última terça-feira (28), que intensificará as ações de conscientização e de fiscalização contra o despejo de lixo na região do bairro Vila Carmen, que abriga a feira livre, popularmente conhecida como ‘Feira do Produtor’. Os feirantes que forem flagrados abandonando resíduos no trecho deverão ser multados a partir do próximo dia 9.

Uma nota divulgada na última sexta-feira (25), na página da Prefeitura no Facebook, destacou que alguns feirantes que atuam na cidade estão descumprindo uma lei municipal, criada em junho deste ano, que determina que eles mantenham limpas as áreas em torno de suas barracas. O comunicado ressalta que moradores do Vila Carmen têm denunciado uma grande quantidade de lixo tem ficado espalhada ao longo da Avenida dos Ferroviários, todas as sextas-feiras após a feira livre. Além de prejudicar o trabalho da equipe municipal de limpeza, a situação tem gerado preocupação na Prefeitura já que os resíduos podem ocasionar entupimentos no sistema de drenagem do bairro.

Buscando garantir o cumprimento da lei municipal, o Executivo ampliará as ações de conscientização e de fiscalização junto aos vendedores que atuam no local, sendo que grande parte deles não reside na cidade.

De acordo com a secretária da Fazenda de Cachoeira, Cláudia Siqueira, nesta próxima sexta-feira (2) a equipe do setor de Fiscalização de Posturas distribuirá aos feirantes sacos de lixo e novamente cópias da lei municipal. Já a partir do próximo dia 9, os servidores verificarão no fim da feira as barracas em que o lixo foi ensacado corretamente, possibilitando sua retirada pelo caminhão da coleta. Já os vendedores que forem flagrados desrespeitando a determinação deverão ser penalizados. “O feirante que não deixar o seu lixo pronto para ser recolhido estará sujeito a uma primeira multa de R$ 53,55, correspondente à meia UFR (Unidade Fiscal de Referência). Em caso de rescendência, o valor sobe para R$ 107,10, referente a uma UFR, e ele passa estar impedido de montar sua banca. Torcemos para que não seja necessário chegar nesse ponto de penalização, mas para isso precisamos contar com a colaboração do feirante. Nosso objetivo é que a lei seja cumprida e que nossa população não seja mais afetada”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?