Vereadores da região assumem Parlamento Metropolitano junto à Uvesp

Evento que reuniu parlamentares de 39 cidades elegeu Bruno Camargo como presidente e Dani Dias entre vice-presidentes

Vereadores Bruno Camargo e Dani Dias que assume cargo na diretoria do PRMVP (Foto: Arquivo Atos)

Fabiana Cugolo
RMVale

Um encontro na Câmara Municipal de São José dos Campos reuniu, na última sexta-feira (10), vereadores das 39 cidades que compõe as regiões do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte. A reunião com membros da Uvesp (União dos Vereadores do Estado de São Paulo) concretizou a formação do Parlamento Regional Metropolitano do Vale do Paraíba (PRMVP), com a participação direta de nomes da sub-região de Guaratinguetá e Cruzeiro.

O grupo tem como objetivo promover a integração dos municípios, auxiliando o desenvolvimento regional. Além dos vereadores, participaram do evento o deputado federal Eduardo Cury (PSDB) e o subsecretário de Assuntos Metropolitanos da secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, Ortiz Júnior.

Durante o evento foram nomeados os componentes da chapa única eleita para a mesa diretora do parlamento. Entre as 39 cidades da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte), foram divididas cinco sub-regiões: Sub-região de São José dos Campos, de Taubaté, Guaratinguetá, Cruzeiro e Caraguatatuba.

A composição da mesa diretora engloba vereadores de todas as sub-regiões: Para presidente foi eleito Bruno Camargo (DEM) de Lorena; para primeiro vice-presidente Boanerge dos Santos (PTB) de Taubaté; o segundo vice-presidente é Jorge Ribeiro da Silva Filho (PV) de Ubatuba, terceiro vice-presidente Juvenil de Almeida Silvério (PSDB) de São José dos Campos, a quarta vice-presidente é Dani Dias (PSC) de Guaratinguetá; a secretária Geral é Erika Affonso (PSDB) de Bananal, a primeira secretária Neusa Menegon (PTB) de Silveiras, e a segunda secretária é Elaine Nogueira (PTB) de Cunha.

O vereador Bruno Camargo destacou que a formação do novo parlamento é um reforço para o auxílio aos municípios no pós-pandemia. “Hoje (o evento da última sexta-feira) foi um grande divisor de águas para o Vale do Paraíba. É o primeiro parlamento constituído, já nesse novo formato do Governo do Estado, para ajudar o Governo nesse momento crucial que a região precisa. Esse parlamento vem para ajudar o morador, que está no município com as suas demandas”.

Um dos incentivadores da proposta para a criação do parlamento da região do Vale do Paraíba, é o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, que durante o evento, falou por meio de um vídeo com os presentes no plenário destacando que o objetivo da pasta é desenvolver uma nova regionalização do estado, incluindo os vereadores ao Conselho de Desenvolvimento. A expectativa é que a futura sede do PRMVP atue junto ao Codivap (Associação de Municípios do Vale do Paraíba), com sede em Taubaté.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?