Região registra três crimes violentos contra a mulher no fim de semana

Marido mata a companheira e comete suicídio em Cunha; moradoras de Cachoeira e Pinda têm casas atacadas por homens

Casa de vítima de violência, em Pinda; marido embriagado usa o carro para derrubar muro e tenta matar esposa (Foto: Reprodução PC)

Da Redação
RMVale

Causando revolta na população e preocupação em autoridades em segurança pública, a região registrou no último fim de semana três casos de crimes contra a mulher. Além de uma vítima fatal em Cunha, a onda de violência teve como saldo a destruição de patrimônios de moradoras de Cachoeira Paulista e de Pindamonhangaba.

O caso mais recente e grave foi registrado por volta das 19h do último domingo (8) na zona rural de Cunha. De acordo com a Polícia Militar, familiares de um homem de 48 anos e de uma mulher de 40 anos, que residiam no Bairro das Águas, acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) suspeitando que algum incidente pudesse ter ocorrido com eles, já que há horas não respondiam mensagens e ligações. Ao chegar no imóvel, que fica na estrada vicinal Inácio Bibiano dos Reis, os socorristas se depararam com os corpos do casal caídos no chão, ao lado de uma pistola calibre 20.

Acionados, peritos da Polícia Civil constataram que o homem assassinou a esposa com um disparo na cabeça e na sequência atirou contra a própria cabeça. As identidades dos mortos não foram divulgadas pela corporação.

Poucas horas antes da tragédia de Cunha ser descoberta, uma moradora do distrito de Moreira César, em Pinda, vivenciou momentos de terror. Segundo a PM, a vítima estava no interior de sua casa, que fica na rua Antônio Ramos da Silva Filho no bairro Cícero Prado, quando ouviu um forte barulho. Ao chegar na porta do imóvel, ela percebeu que o marido havia usado o carro para derrubar o muro da residência.

Na sequência, o homem, que estava embriagado, desceu do veículo com uma faca na mão e correu atrás da esposa, afirmando que a mataria. Contido por vizinhos, o criminoso, que estava com ferimentos leves causados pela batida do carro contra o muro, foi detido pela PM e encaminhado ao Pronto Socorro de Pinda. Após receber curativos, ele foi levado à Delegacia Seccional de Taubaté, permanecendo preso por violência doméstica.

Outra mulher que também conseguiu escapar da morte e teve a casa danificada pela ação violenta de um homem, no caso seu ex-namorado, foi uma moradora do bairro Parque Bom Jesus em Cachoeira. De acordo com a PM, a vítima e o ex-companheiro tiveram uma discussão no início da madrugada do último sábado (7), mas ele foi embora.

O acusado retornou à porta do imóvel, que fica na rua Campos Sales, por volta das 3h40 e ateou fogo no carro da ex-namorada, sendo que as chamas se espalharam e acabaram atingindo a casa. Percebendo o incêndio, a moradora conseguiu deixar o imóvel.

Acionado, o Corpo de Bombeiros apagou as chamas, que haviam destruído o automóvel e parcialmente a residência. Poucas horas depois, a PM conseguiu localizar o criminoso, que foi encaminhado à Delegacia de Cachoeira, onde permanece à disposição da Justiça.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?