Câmara aprova crédito de R$ 9 milhões para pavimentação em Pindamonhangaba

Com apoio do Estado, Prefeitura tenta avançar em obras de recuperação de vias; quase metade do valor é destinada por Márcio França

Serviço de pavimentação em via de Pindamonhangaba; cidade recebe investimento de R$ 9 milhões (Foto: Divulgação)
Serviço de pavimentação em via de Pindamonhangaba; cidade recebe investimento de R$ 9 milhões (Foto: Divulgação)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

A Câmara de Pindamonhangaba aprovou na última quarta-feira, por unanimidade, três projetos do Executivo que solicitavam a abertura de créditos adicionais de R$ 9 milhões para o asfaltamento de diversas vias, e aquisição de uma máquina pavimentadora. Deste montante, 44% são provenientes do apoio dado pelo Governo do Estado.

Última antes do recesso parlamentar, a sessão foi marcada pelo aval legislativo para que o prefeito Isael Domingues (PR) conte com recursos adicionais para promover reparos na pavimentação da cidade.

O primeiro projeto aprovado é referente aos R$ 4 milhões que foram liberados pelo governador e pré-candidato Márcio França (PSB), em 20 de julho, para serviços de infraestrutura. Na ocasião, outras 31 cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte também receberam verbas, que totalizaram R$ 39 milhões.

Como a chegada dos recursos não era prevista no orçamento, Pindamonhangaba foi obrigada a abrir o crédito adicional especial. De acordo com a Prefeitura, o recurso será investido no recapeamento de 37 vias distribuídas pelo Centro, Mantiqueira e região central do Distrito de Moreira César.
A segunda proposta autorizou o município firmar um convênio com a   Desenvolve SP (Agência de Fomento do Estado de São Paulo) para o empréstimo de R$ 4 milhões. O prazo total de financiamento será de 72 meses, tendo até um ano de carência.

Já a última aprovação possibilita o Executivo celebrar outro convênio com a Desenvolve SP, no valor de R$ 1 milhão, para a aquisição de uma máquina de pavimentação asfáltica. Os prazos de financiamento e de carência são os mesmos do segundo projeto.

A reportagem do Jornal Atos solicitou informações da secretaria de Serviços Públicos sobre prazos e os bairros em que serão realizadas as obras de melhorias no calçamento, mas nenhuma resposta foi encaminhada até o fechamento desta edição.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>