Bastidores da Política

Saia justa

Pedro da Vila Brito
Pedro da Vila Brito

Comenta-se pelas esquinas de Lorena que o vereador Pedro da Vila Brito anda provando de suas próprias ‘palavras e juízo de valores’ proferidos na tribuna da Câmara, com reflexos pelos corredores da municipalidade.

É que a ação por enriquecimento ilícito movida pelo Ministério Público contra alguns conselheiros tutelares da cidade, órgão do qual o parlamentar tem laço consanguíneo, acertou em cheio sua altivez, principalmente quando se refere ao prefeito como hipócrita…

Perguntar não ofende

O que além de um série de reclamações e denúncias ao Ministério Público, o vereador Ney Carteira (hoje MDB) conseguiu para a cidade em termos de recursos, verbas parlamentares ou até mesmo um projeto importante para chamar de seu, no curso de sua trajetória pelo Legislativo de Guará?

‘Morde e assopra’

Parece que o pessoal da Câmara de Aparecida, digo, os vereadores, não estão dispostos a dar ‘vida fácil’ à prefeita em exercício Dina Moreira. Em sessão extraordinária nessa semana, eles aprovaram o veto do Executivo para manter o estado de calamidade na saúde municipal (para facilitar a contratação de uma empresa em caráter emergencial), mas negaram o projeto que liberava 20% do orçamento municipal para remanejamento de verbas, em detrimento de apenas 12%.

Céu de brigadeiro

A prefeita Erica Soler corre agora para implantar PDV e contratar OS (Foto: Arquivo Atos)
Erica Soler

Ao que tudo indica, a prefeita Erica Soler anda em ‘Céu de Brigadeiro’ em Potim, rumo a sua provável campanha à reeleição, principalmente após ter aprovado na Câmara o financiamento de R$ 6,5 milhões – via Caixa Federal – para investir em pavimentação.

De acordo com a classe política, com o tapete (asfalto) preto estendido pelas ruas da cidade e a água de qualidade chegando nas residências dos eleitores, vai precisar de muito mais que críticas baratas e conversa de liquidificador para tirá-la do comando da Prefeitura.

Quem compara, vota!

Com cofre magro, Marcus Soliva oferece 4% para servidores em 2019 (Foto: Rafaela Lourenço)
Marcus Soliva

Agora que a oposição ao prefeito Marcus Soliva percebeu que não será críticas ou escrachos vazios que vão neutralizá-lo em sua provável disputa à reeleição em Guará, tem concorrente com histórico de gestão arrumando portfólio para exibir no período eleitoral, e outros treinando discursos carregados de futuro – pela falta do passado e do presente.

Ah! Tem ‘um outro’ que até gostou de estar inelegível para a próxima eleição, porque além dos romances não teria nada à mostrar. Perguntem ao Fabrício da Aeronáutica!!!

Corrida

Em velocidade frenética, o mercado político de Cachoeira Paulista vai dando forma aos postulantes ao Executivo. Entre os nomes novos, três (Mineirinho da Funerária, Tio João do Açaí e Fernando Hummel) se destacam com possibilidades de neutralizar outros três (Aloísio Vieira, Torrada e Domingos Geraldo) que integram o bloco dos veteranos.

Não convidem para…

…a mesma picanha O vereador Breno Anaya e o João Bosco Torrada, principalmente se o assunto for a indicação do prefeito Edson Mota para candidatura à sua sucessão na Prefeitura de Cachoeira e, se na churrasqueira, estiver o porta-voz Max – enteado!!!

Dose quádrupla

Como ocorrido nos primeiros meses de governo, o prefeito Isael Domingues deverá ser alvo de mais uma série de CEI’s patrocinadas pelos vereadores que buscam suas autopromoções em episódios alheios, principalmente períodos eleitorais. Esta semana o quarteto 4 R’s – Rafael Goffi, Ronaldo Pipas, Renato Cebola e Roderlley Miotto assinaram a abertura de uma investigação sobre veículos alugados supostamente para a base da Atividade Delegada em Pinda. Enquanto isso os eleitores esperam pelos relevantes projetos dos parlamentares para o processo seletivo do ano que vem. E como vem…

‘Nenhum de nós’

Com exceção do vereador Marquinhos da Colchoaria, nenhum dos parlamentares que integram a base governista do prefeito Fábio Marcondes compareceu na inauguração do novo prédio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social – o Creas, ocorrida nesta quinta-feira, em Lorena. Apesar de não terem faltados pessoas, autoridades e muitos convidados para prestigiar o evento, a impressão que ficou nos ‘amplificadores políticos’ é que a moçada está com a eleição ganha. Em tempo, quem assinou o livro de presença na inauguração e com direito a um ‘particular’ com o prefeito foi o atual presidente da Câmara, que pelo visto, vê na imagem do Executivo uma boa oportunidade de aumentar seu cacife eleitoral. Perguntem ao Marçal!!!

Novela do transporte

Parece que Guará, ou melhor, os usuários do transporte público, vivem um novo capítulo da ‘novela’ do TUG. Pela ‘queda de braços’ que chegou na patuleia, a empresária Edna Abdala busca um aporte financeiro na tarifa até encerrar, em outubro, as antigas condições emergenciais (final da participação da empresa São José) e começar o novo contrato e com as novas diretrizes entre a empresa Oceano e a Prefeitura. Reivindicação negada pelo prefeito Marcus Soliva, que não aceita nem ouvir falar de reajuste de preços sem ver a realidade da frota de ônibus e dos serviços no formato do novo contrato firmado na licitação.

A realidade dos números

Uma pesquisa (não de Facebook) mostrou esta semana que o colégio eleitoral de Lorena segue indeciso a 441 dias das eleições de 2020. Em tese, uma boa parcela dos eleitores aguardam o pronunciamento do prefeito Fábio Marcondes em relação a indicação de um candidato para sucessão e, outro percentual abaixo de 40%, dividem opiniões entre os nomes mais conhecidos, tanto em rejeição como intenção de votos. Pelo andar da carruagem, o mercado está aberto para um nome que reúna proposta, caráter e que demonstre capacidade administrativa.

Esperando sentados

Com as dificuldades explicitas do prefeito Edson Nota em encontrar uma solução para a caótica situação da Santa Casa de Cachoeira Paulista, moradores decidiram agir por conta própria para oferecer mais conforto e dignidade aos pacientes do hospital. Através da iniciativa da empresária Patrícia Andrade, uma campanha lançada recentemente para arrecadação de fundos rendeu para a compra de diversas cadeiras de espera e poltronas de medicação para auxiliar os pacientes. Os objetos foram entregues ‘sem curvas’ e diretamente à diretoria da Santa Casa. Por mais discretos que os voluntários foram, os elogios chegaram de forma imediata na cidade inteira (ao ponto de provocar ciúmes em alguns políticos). Logo não faltaram comentários e críticas ao prefeito e vereadores pelo ponto em que a saúde municipal chegou. Os mais espirituosos chegaram até brincar ao afirmarem que agora os pacientes poderão “esperar sentados” pela cumprimento das promessas de campanha do prefeito…

Dose dupla

Após conseguir captar recursos federais e da iniciativa privada, o prefeito Isael Domingues anunciou na última semana a realização de duas obras de revitalização no centro de Pinda. Orçado em mais de meio milhão, o serviço trará melhorias às famosas rua dos Andradas e praça Monsenhor Marcondes. Além facilitar o deslocamento de pedestres através do alargamento de calçadas, a ação contará com a implantação de rampas e pisos especiais, garantindo mais acessibilidade para cadeirantes e deficientes visuais. A notícia positiva sobre a obra, que não necessitará de gastos municipais, agradou os comerciantes da região central, que já prospectam registar um maior fluxo de consumidores.

Passagem obrigatória

“Falando” em melhorias no centro e contentamento do comércio, a população de Ubatuba também ganhou motivos para comemorar na última semana. A Prefeitura iniciou a recuperação e adequação da histórica Ponte da Barra da Lagoa, que é o principal acesso para a região de maior movimentação comercial da cidade. O ponto de passagem localizado no conhecido Guarani receberá reparos e reforços até o fim do ano. O serviço contará com um investimento de cerca de R$ 260 mil, sendo a maioria proveniente de recursos conquistados pelo prefeito Délcio Sato em suas articulações com o pessoal do Estado.

Investida tucana

A articulação dos tucanos da Capital que buscam laçar, quer dizer, filiar prefeitos em todo Estado em condições de reeleição e prefeituráveis com possibilidades de vitória em 2020, passou por Aparecida também. Pelo que se ouve nas equinas, Celso Alves já faz as contas para ver se troca o PSD do vice-govenador pelo PSDB de Doria, com as promessas que se eleito, não faltará aporte para administrar.

Em Alta

Lorena O prefeito Fábio Marcondes, que deu mais um passo esta semana para se tornar o governante que mais viabilizou avanços na área de assistência social do município. Com investimento federal de R$ 250 mil e contrapartida municipal de R$ 132 mil, Marcondes inaugurou o prédio próprio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – o CREAS. A unidade atenderá moradores em situação de risco pessoal e social por violação de seus direitos. No primeiro semestre, o prefeito já havia inaugurado o Centro do Idoso e o Centro Especializado em Reabilitação. Pelos bons resultados e a proximidade do fim do mandato de Fabinho, tem muito morador já sentindo saudades do atual governo e preocupado com o que esperar da próxima gestão.

Em Baixa
Canas
A administração do prefeito Lucemir do Amaral, que está sendo questionada por moradores mais politizados pelos resultados e aprovações no concurso público realizado no primeiro semestre. O fato de algumas aprovações suspeitas – inclusive a filha de um prefeito da região – em detrimento de muitos que praticamente gabaritaram as provas não estarem entre os aprovados, deu margem a toda desconfiança. A possibilidade de alguns inconformados buscarem respostas na Justiça sobre a transparência e procedimentos da empresa ‘contratada’ para aplicar as provas pode revelar um ‘lado oculto’ que muitos suspeitam e que vários, talvez com toda certeza, deixarão de lado devido a politicagem…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?