Incidência de Covid-19 afeta funcionamento dos postos de Saúde de Pinda

Unidades de saúde tiveram o atendimento afetado por casos de coronavírus entre os funcionários

O Pronto Socorro de Pindamonhangaba, que sofre com sistema lotado após novos casos de Covid-19 (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

A crescente de casos de Covid-19 tem afetado o funcionamento dos postos de saúde, em Pindamonhangaba. Nesta semana, o PSF (Programa Saúde da Família) do bairro Maricá teve o atendimento reduzido devido à contaminação de funcionários.

Ao menos quatro funcionários foram afastados devido ao novo coronavírus. Segundo a Prefeitura, o PSF deve funcionar parcialmente até o retorno dos trabalhadores. Ainda nesta semana, a vacinação contra o vírus Influenza (gripe) precisou ser suspenso temporariamente.

Embora não tenha confirmado quais unidades, o Município apontou que mais postos de saúde possam apresentar o atendimento parcial devido ao afastamento de servidores com coronavírus. Segundo um levantamento realizado ainda no início desta semana, 19 trabalhadores estavam em isolamento domiciliar.

Assim como em toda RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte), Pinda observa uma crescente nas contaminações pela doença. Somente na primeira quinzena de junho, foram identificadas mais de 1,5 mil novas infecções em diferentes pontos, como os bairros:  Água Preto, Alto Cardoso, Andrade, Ouro Verde, Real Ville, Reserva dos Lagos, Santana, Santa Luzia, Vila Suíça, Village Esplendore e Jardim Carlota.

Ao menos um óbito por coronavírus foi registrado no município neste período. Anteriormente, a cidade havia comemorado o marco de ter ficado um mês sem registrar mortes pela Covid-19.

A secretaria de Saúde emitiu um alerta para que a população busque unidades de saúde de referência em caso de sintomas gripais, como o Pronto Socorro Municipal, Unidades de Pronto Atendimento do Araretama e Moreira César, além da Unidade Mista do Cidade Nova. O foco está em testar, tratar a notificar os casos. Por outro lado, se o morador realizar o autoteste, a recomendação é buscar a unidade para que a notificação à Vigilância Epidemiológica seja efetuada.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?