Câmara derruba veto de Isael em PL de transparência na saúde

Aprovação, que recebeu duas aprovações por unanimidade os parlamentares, tem promessa de medida unilateral em caso de nova negação do prefeito

Vereador Rafael Goffi que entrou em novo atrito com a Prefeitura por projeto; discussão pode ter medida unilateral (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba
A Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba derrubou o veto do prefeito Isael Domingues (PL), na última segunda-feira (4). Todos os vereadores votaram a favor do projeto que promete transparência nas filas de atendimento da saúde.

O projeto de lei de autoria dos vereadores Rafael Goffi (PSDB) e Ronaldo Pipas (PL) foi novamente aprovado por unanimidade. Antes do recesso parlamentar, Goffi questionou o veto do Executivo e falou ainda em “jeitinho” de furar a fila.

A proposta consiste na publicação no site da Prefeitura, através do número de série do cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), da situação das filas e possível data para atendimentos na rede municipal, como consultas médica, cirurgias e exames especializados. O grupo de vereadores estima que 12 mil pessoas aguardam a realização de exames.

Com a votação contra o veto, a proposta aguarda agora a sanção. A expectativa é até mesmo de uma ação unilateral para colocar a medida em prática. “Se ele não sancionar, a própria Câmara promulga e a lei já entra em vigor”, prometeu Goffi.

Questionada, a Prefeitura afirmou que aguardará a comunicação oficial da Câmara para se manifestar sobre o tema.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?