Santa Casa de Lorena retoma, nesta quarta-feira, ambulatórios SUS e de Gestação de Alto Risco

Fila de espera por consultas e exames chega a quatro mil pacientes; investimentos chega a R$ 650 mil

O Ambulatório SUS, que retomou os atendimentos nesta quarta-feira; Santa Casa e Saúde têm novo convênio até dezembro (Foto: Arquivo Atos)

Rafaela Lourenço
Lorena

Após dois meses de suspensão, os atendimentos do Ambulatório SUS foram retomados na Santa Casa de Lorena, nesta quarta-feira (1). Com um novo convênio, os serviços devem desafogar a Atenção Básica, que conta com cerca de quatro mil pacientes na fila de espera por agendamentos. O Ambulatório de Gestação de Alto Risco também é reaberto.

Buscando amenizar a demora por consultas nos postos de saúde, como a de pediatria, que segue com três profissionais afastados por licença médica, a secretaria de Saúde renovou o convênio com a Santa Casa para reabrir o ambulatório SUS, que prestava serviços desde 2018 e encerrou as atividades em junho. Com investimentos na ordem de R$ 650 mil, serão ofertados exames e consultas de 14 especialidades como ginecologia, anestesia, reumatologia, ortopedia, clínico geral, cardiologia e pediatria, até dezembro.

Segundo o secretário de Saúde, Antônio Carlos Fabreti, após um consenso entre Prefeitura e hospital, os recursos via Governo Federal devem garantir o auxílio à saúde pública até o final do ano. “Em três meses eu acabo com essa demanda (fila de espera), tem que convencer o prefeito para não parar em dezembro. Entrar com outro convênio pra gente manter, porque na Prefeitura dificilmente você vai ter médico, isso não é aqui são em todos os lugares”.

Na última quinta-feira (26), o superintendente da Santa Casa, Dario Costa, recebeu o prefeito Sylvio Ballerini (PSDB) e o secretário de Saúde para definição dos trabalhos. De acordo com Costa, a partir do dia primeiro de setembro, iniciarão quatro especialidades, e sucessivamente, as demais nas próximas semanas, mediante o agendamento da regulação do Município. “Deixar bem claro que não é a Santa Casa que faz o agendamento, e sim os postinhos que solicitam através do sistema da Prefeitura, e aqui é feito o acolhimento dos pacientes”, frisou.

Costa ressaltou, ainda, que serão 7,2 mil consultas distribuídas pelas áreas contempladas, mil de oftalmologia e novecentos exames de mamografia.

As cirurgias eletivas também serão retomadas nesta semana, com um cronograma médio de noventa procedimentos cirúrgicos por mês, atendendo as especialidades de ortopedia, cirurgia geral e vascular. “Há uma demanda reprimida que precisamos dar vazão, fluxo. Em média, eles (Prefeitura) falam que só de vascular, há setecentos pacientes aguardando cirurgias”, salientou Costa.

Gestação de Alto Risco – Apesar da secretaria de Saúde anunciar a retomada dos serviços, o Governo do Estado ainda não assinou a renovação do convênio, mas devido a sinalização positiva, o atendimento será ofertado às gestantes de Lorena, Canas, Piquete, Cachoeira Paulista, Cruzeiro, Aparecida, Potim, Silveiras, Areias, Bananal, Arapeí e Queluz. “Os trâmites legais para renovação deste convênio já estão acontecendo, hoje, de uma forma totalmente online”, revelou Costa, ao citar que 66% dos atendimentos eram apenas para mães de Lorena.

Questionado sobre o montante de R$ 1,380 milhão referentes aos serviços prestados pelos seis meses de 2021, Costa explicou que não recebeu os recursos estaduais, e que o departamento jurídico da instituição está analisando como entrar com uma ação ou recurso para o ressarcimento.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?