Lorena reforça pedido para implantação de hospital regional

Ballerini aposta em Santa Casa e AME para convencer Estado; Cruzeiro também encaminha projeto

O prefeito Sylvio Ballerini, que segue com o projeto para implantação de hospital regional em Lorena (Foto: Rafaela Lourenço)

Da Redação
Lorena

Em trabalho para garantir avanços para a Saúde, o prefeito de Lorena, Sylvio Ballerini (PSDB), reforçou na última quarta-feira (17) o pedido ao Governo do Estado para a implantação de um hospital regional no município. O Executivo solicitou também melhorias nos setores de infraestrutura e turismo, capazes de beneficiarem cinco cidades da região.

Contando com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o Estado promoveu na tarde da última quarta-feira uma audiência pública para discutir as principais demandas das cidades que integram os circuitos do “Vale da Fé” e “Vale Histórico”. O primeiro é formado por Cachoeira Paulista, Canas, Guaratinguetá, Lorena e Piquete. Já o outro, é composto por Arapeí, Areias, Bananal, Cruzeiro, Lavrinhas, São José do Barreiro, Silveiras e Queluz.

Devido às medidas de distanciamento social motivadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a reunião foi realizada pela internet. O evento remoto foi dividido em dois blocos, separando as discussões entre os representantes dos municípios das duas microrregiões.

De acordo com o secretário de Governo de Lorena, Lucas Mulinari, durante a audiência, Ballerini utilizou como argumento para a implantação do hospital regional no município o fato de que a Santa Casa realizou no ano passado 140 mil atendimentos de pacientes de outras cidades da região, principalmente do raio de Roseira à Bananal. O chefe do Executivo destacou também que o aparelho público seria uma complementação interessante ao trabalho desenvolvido no AME (Ambulatório Médico de Especialidades). “Nesse sentido podemos dizer que informalmente já somos regionais. A vinda do hospital seria a confirmação desse trabalho já desenvolvido por Lorena. O que estamos demonstrando ao Estado é que estamos prontos para ser sede do hospital, uma vez que já possuímos o AME e essa integração seria útil para a população regional”, explicou Mulinari.

O secretário de Governo afirmou ainda que durante a audiência, Vinholi e o subsecretário estadual de Relacionamento com os Municípios, Ortiz Júnior, foram receptivos a solicitação de Lorena. “O prefeito ficou esperançoso de que possamos lograr êxito nesta demanda importante. Estamos aguardando passar essa fase emergencial da Covid-19, para que possamos nos reunir presencialmente com o governador, João Doria (PSDB), para entregarmos nossos estudos de viabilidade de implantação do hospital. Porém, se essa fase se prolongar, iremos realizar encontros virtuais e continuar com as tratativas”.

Esta foi a segunda vez em menos de um mês que Ballerini solicita ao Estado a ‘chegada’ de um hospital regional. Em 18 de fevereiro, o prefeito revelou nas redes sociais que havia participado de uma reunião sobre o tema com Vinholi e Ortiz Junior.

Além da questão da Saúde, o prefeito de Lorena e os demais representantes das cidades do ‘Vale do Fé’ solicitaram apoio ao Estado para o desenvolvimento de ações integradas que garantam melhorias em diversas áreas como: infraestrutura, turismo e economia. Na reunião, os Municípios pediram recursos para as pavimentações de diversas estradas rurais, facilitando o deslocamento de turistas e de mercadorias entre as cidades, e para a implantação de políticas econômicas de suporte às empresas no período da pandemia.

Cruzeiro –O prefeito de Cruzeiro, Thales Gabriel Fonseca (PSD), também aproveitou a audiência pública para reforçar à Vinholi a necessidade da construção de um Hospital Regional na cidade. O chefe do Executivo, que há mais de cinco anos vem tratando o tema com o Estado, ressaltou que a implantação da unidade possibilitaria um atendimento mais ágil aos moradores das oito cidades do Vale Histórico.

Assim como Lorena, a Prefeitura de Cruzeiro afirmou que a atual gestão estadual tem se demonstrado receptiva ao pedido e novas reuniões deverão ser agendadas em breve.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?