Câmara de Lorena aprova orçamento para 2023 com oito emendas de três vereadores

Previsão de gastos, segundo a Prefeitura, deve chegar a R$ 320 milhões no ano que vem; social, saúde, agricultura, esporte e juventude são reforçadas

Longuinho e Wanessa Andrea, dois dos três vereadores que apresentaram alterações na Lei de Diretrizes (Foto: Arquivo Atos)

Andréa Moroni
Lorena

Em uma sessão rápida, mas acalorada pelos debates, a Câmara de Lorena aprovou na segunda-feira (21) a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2023. O texto foi aprovado por 15 votos a 1. Apenas o vereador Élcio Vieira Júnior (PSB) foi contrário.

Pelo projeto enviado pelo Executivo, o orçamento para o ano que vem será de R$ 320 milhões. Ao texto foram acrescentadas oito emendas, segundo o presidente Fábio Longuinho (PSD). “Quatro emendas foram aprovadas por 9 votos a 7 e nas outras quatro, teve empate (8 a 8). Eu desempatei para a aprovação”.

As emendas são nas áreas sociais, saúde, agricultura, esporte e juventude.

Uma das emendas, de autoria de Longuinho e Wanessa Andrea (Cidadania), trata do meio ambiente, com a destinação de R$ 100 mil, “para o financiamento e implementação de ações visando a restauração, reconstituição e preservação do patrimônio ambiental, incluindo iniciativas de reflorestamento, obras ambientais, de gestão de resíduos sólidos e outras que possam colocar em risco a manutenção do Meio Ambiente (trecho da emenda)”.

Outra emenda trata do setor de esportes. Também de autoria de Longuinho e Wanessa Andrea, foi destinado R$ 100 mil para “planejar, organizar e controlar as atividades relativas ao desporto e lazer a fim de formar cidadãos e atletas que se utilizem do esporte como meio de vida e renda, além de trazer, por meio da pratica esportiva, saúde e qualidade de vida”. A verba vai aumentar o número de jovens atendidos pelo Fadenp (Fundo de Apoio ao Desporto Não Profissional).

Outra emenda, de autoria do vereador Marcelo Alvarenga (PSD), destina verba para três programas sociais: R$ 850 mil para o Fundo Municipal do Idoso; R$ 50 mil para a secretaria da Agricultura para a implementação de atividades relacionadas a agricultura familiar e o fomento de projetos nesse segmento; R$ 500 mil para implantação e manutenção do Centro de Zoonoses.

Também através de emenda foi determinado o repasse de R$ 300 mil para a Estação da Juventude, que faz parte da subsecretaria da Juventude. O dinheiro seria usado para mobiliar o espaço, que funciona na antiga estação de trem, e promover curso de capacitação dos jovens.

Outro projeto beneficiado através de emenda foi o da Cozinha Piloto para os jovens que deixem a Fundação Casa. Serão destinados R$ 460 mil para atender esses jovens e suas mães ou responsáveis, que receberão capacitação na área de gastronomia. Todos os alimentos produzidos na cozinha serão encaminhados para crianças atendidas pelo Provim.

Essas duas últimas emendas também foram de autoria dos vereadores Fábio Longuinho e Wanessa Andrea.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?