Àgua amarela fornecida pela Sabesp gera protestos de moradores em Lorena

Distribuidora diz que cor é causada por manutenção em poço do Mondesir; famílias revelam dificuldades para uso

Água amarelada em Lorena; Sabesp informa que manutenção pode ter causado mudança no padrão visual (Foto: Reprodução)

Andréa Moroni
Lorena

Beber água é uma das atividades mais saudáveis no dia a dia, mas em alguns bairros de Lorena, a prática ficou perigosa no último final de semana. Moradores da cidade entraram em contato com a redação do Jornal Atos para reclamar da coloração amarela da água fornecida pela Sabesp. Os bairros atingidos foram Santo Antônio, Vila Rica, Cidade Industrial, Olaria e Vila dos Comerciários.

Ao abrir a torneira para lavar roupa, limpar a casa ou qualquer outra ação, famílias da cidade se depararam com uma colocação nada comum. Esse foi o caso de Sueli Souza, moradora do bairro Santo Antônio, que se espantou, no último sábado (21), com a água de cor amarelada. “Eu percebi água amarela também, aqui próximo morro do Pinho, Santo Antônio. Como tenho filtro de barro, eu só usei água filtrada para as coisas mais importantes”, contou.

Pelas redes sociais, não faltaram reclamações. Outra moradora do Santos Antônio postou. “…fui encher a máquina hoje de manhã e olha a cor da água! Alguém sabe por que está amarela assim a água da rua?”, questionou a internauta, que obteve respostas como. “Faz dois dias que a água está dessa cor. As roupas brancas que coloquei na máquina ficaram todas amareladas e pra beber, tivemos que comprar água e ligar na Sabesp. Eles não informam nada”, criticou.

A situação foi percebida desde sábado, em outros bairros, além do Santo Antônio, como Cidade Industrial, Olaria, Mondesir e Vila Rica.

Procurada pela reportagem do Jornal Atos, a Sabesp informou, por meio de nota, que após a manutenção emergencial realizada no sistema de bombeamento do poço Mondesir, nesse final de semana (dias 21 e 22), o sistema de distribuição de água está em recuperação e pode ocorrer alteração no padrão visual da água. A companhia está monitorando a situação com a realização de testes de qualidade.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?