Moradores cobram Saae por fim de esgoto a céu aberto na Vila Canevari

Além de mau cheiro, bairro de Cruzeiro enfrenta descarte inadequado de lixo, enchentes, ratos e animais peçonhentos; cidade soma 3.185 casos de dengue

Flagrantes de moradores em esgoto a céu; Saae promete ação para atender cobranças (Foto: Reprodução Facebook)

Wanessa Telles
Cruzeiro

Moradores da Vila Canevari, em Cruzeiro, voltaram a questionar os cuidados do Saae (serviço Autônomo de Água e Esgoto) com casos flagrantes de esgoto a céu aberto na avenida Duque de Caxias, próximo à sede do Ministério do Trabalho. Segundo relatos, mesmo com as para a autarquia, o problema não vem recebendo atenção devida há mais de vinte anos.

De acordo com uma moradora do bairro, que pediu para não ser identificada, além do fedor, o local apresenta descarte irregular de materiais, o que facilita as enchentes e criadouros do mosquito da dengue. “…na lateral desse esgoto, na parte interna do bosque, existe uma quantidade enorme de lixo. Sacolas plásticas com água, colchões, entre outros lixos. Na redondeza todo ano por conta disso no calor temos casos absurdos de dengue. Esse esgoto na temporada de chuva invade as ruas…”, contou a moradora.

Nas redes sociais, moradores indignados denunciaram a presença de animais peçonhentos e ratazanas que, durante épocas chuvosas, invadem as casas. “…além do cheiro, tem as enormes ratazanas. Quando chove muito, sobe o nível (da água) e vem para as casas da vizinhança, um nojo só (sic)”, comentou outra moradora do bairro.

Em nota, o Saae de Cruzeiro mencionou o projeto em processo licitatório para construção da Estação de Tratamento de Esgoto Central que prevê tratamento de 45% do esgoto na cidade, além da construção da ETE Mata Atlântica, que promete tratar mais 5% da rede. A companhia pediu a compreensão da população e salientou que em breve serão iniciadas as melhorias.

Dengue – A cidade, que contabiliza 3.185 casos de dengue, orienta a população por meio das redes sociais sobre os cuidados contra a proliferação do mosquito transmissor, como evitar aglomeração de lixos, verificar objetos que possam acumular água e higienização de ralos e calhas.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?