Aparecida investe em duas avenidas após liberação do Dade

Com investimento de R$ 1,3 milhão, obras na cidade atendem Solon Pereira e Totó Barbosa a partir de agosto

A avenida Solon Pereira, um dos focos de obras custeadas com verbas liberadas pelo Dade; investimento de R$ 1,3 milhão em restauração (Foto: Arquivo Atos)
A avenida Solon Pereira, um dos focos de obras custeadas com verbas liberadas pelo Dade; investimento de R$ 1,3 milhão em restauração (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Aparecida

O Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) liberou R$1,3 milhão para obras nas avenidas Solon Pereira e Totó Barbosa, em Aparecida. A Prefeitura já encerrou a licitação e os trabalhos devem começar em agosto. O investimento, de acordo com a empresa vencedora do certame licitatório, será de R$ 800 mil.

De acordo com o Executivo, a proposta é utilizar os R$500 mil restantes da verba nas ruas adjacentes às avenidas.
As obras contemplarão a relocação de postes, nova iluminação na extensão das avenidas, implantação de ciclovias e melhorias na infraestrutura na drenagem de água e esgoto das vias.

A princípio, informações que circularam em um grupo de debate em uma rede social eram de que o valor investido seria para o recapeamento das avenidas. O custo chamou atenção dos internautas.

O prefeito Ernaldo César Marcondes (PMDB) comentou a situação. “O projeto inclui muita coisa, principalmente arborização, remoção de postes que estão fora do eixo da via, então é um projeto caro mesmo. Mas é caro pelo custo do projeto, e não por invenção. Já foi feita a licitação, tem uma empresa vencedora e as obras começam em agosto. É uma questão de esclarecimento, dinheiro do Dade só pode ser gasto com obras para o turismo, implementação e acessibilidade turística”.

A previsão de conclusão das obras é de um ano, mas o prefeito acredita que elas podem ser concluídas antes do prazo. “Acredito que saia antes, porque é uma via de acesso muito importante que liga Aparecida a Potim. Pedimos para que o processo fosse acelerado o mais rápido possível. E também é interesse, pois o recurso do Dade é pago por medição. A obra concluindo, vai sendo paga por fase”, concluiu.

O orçamento inicial para as obras era de R$ 1,3 milhão, mas a proposta da empresa vencedora da licitação era fazer o serviço com R$ 500 mil a menos do que o previsto. Com isso, o prefeito confirmou que tentará apresentar um novo projeto ao Dade para aproveitar a sobra do recurso que será utilizado para investir em ruas adjacentes às avenidas Solon Pereira e Totó Barbosa.

Questionado se os trabalhos podem interferir no fluxo de trânsito e de turistas na cidade, o prefeito descartou essa possibilidade.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?