Eventos online, cursos e festivais são apostas da região para inibir impactos da crise na cultura

Prefeituras mantêm calendários de eventos culturais, afetados pela pandemia; após período sem incentivo, artistas voltam a contar com apoio

Um dos espetáculos de Pinda; cidade está entre as que investiram em programação online (Foto: Reprodução PMP)

Thamiris Silva
RMVale

A pandemia da Covid-19, que completou um ano no último dia 14 de março, atingiu setores socioeconômicos, com a desaceleração do comércio e proibição de atividades presenciais não essenciais. O cenário levou a cultura foi se enfraquecendo.

Com a reabertura gradual nos últimos meses, as prefeituras da região voltaram a incentivar o setor, mesmo ainda com restrições da atual fase do Plano São Paulo.

Na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) a preocupação ainda continua na saúde e reaquecimento do comércio local, mas há cidades que direcionam a atenção para a cultura, para reduzir os impactos da crise, oferecendo atividades, peças de teatro e espetáculos musicais, com apresentações gratuitas e online.

Pindamonhangaba é um exemplo de inovação nesse quesito. Além de oferecer eventos pela internet, sem custo, a cidade também disponibiliza para acesso da população oficinas gratuitas e ações como o Festival Virada Cultural, conhecido por reunir artistas independentes e mini oficinas.

Com todo o desalento com as mortes causadas pelo novo coronavírus, o direcionamento da atenção da comunidade para a cultura, é também um incentivo a um momento de lazer, mesmo sem a presença física, mas com troca de ideias positivas.

A cidade de Guaratinguetá aposta nessa vertente, promovendo um calendário mensal onde indica todas as atividades culturais do mês. A iniciativa já está no seu quarto mês e conta com competições, atividades recreativas, cursos e espetáculos.

Outra cidade com ações para alavancar o cenário cultural é Cachoeira Paulista, que neste mês abriu inscrições para o primeiro Festival Nacional de Música Padre Léo, que conta com atividades como uma competição que tem o intuito de revelar artistas anônimos, entre compositores e intérpretes.

Mais informações sobre o evento de Cachoeira, como os quesitos para participar da competição estão disponíveis no site cachoeirapaulista.sp.gov.br.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?