Política a conta-gotas…

A fila anda…

Marco Aurélio

Mesmo com 44 meses de mandato pela frente, quando o assunto é sucessão de Thales Gabriel em Cruzeiro, pelo menos três nomes entre os domésticos da administração aparecem na fita; naturalmente o vice e veterano Paulo Scamilla; o diretor do SAAE, Kleber Silveira, como o homem que faz as obras acontecerem, e Diego Miranda, que divide atenção entre seu mandato de vereador e sua campanha velada ao Paço.

Extra Prefeitura a pegada é outra: Rafic Zake, Juarez Juvêncio, Paulo Vieira e mais dois ou três são facilmente nominados entre comentaristas da Praça, mas, o que mais gera expectativas no mercado político é o ex-vereador Marco Aurélio, que segue se preparando em Gestão de Cidades.

Roubando a cena

A especulação política de Cruzeiro atribui sorte ao prefeito Thales Gabriel, porque nem o princípio de oposição ao seu governo na Câmara prosperou. Segundo a turma do ‘último gole’ nos balcões da cidade, o prefeito deve isto em boa parte ao ‘esperniante’ Marciano, que através do escarcéu que tem feito nas redes sociais, os questionamentos de alguns vereadores que tentaram a mesma linha perderam o ‘ibope’. Resumindo, nem o falastrão, muito menos os principiantes estão conseguindo emplacar…

Porta da esperança

Fábio Longuinho

O presidente da Câmara de Lorena, Fabio Longuinho, aprovou na sessão da última semana uma moção pedindo ao prefeito Sylvio Ballerini a compra da conhecida ‘Casa do Dr. Paulo Neme’ com vista à instituição de uma Fundação.

O projeto de Longuinho é dar continuidade ao atendimento gratuito às crianças carentes do município.

O presidente lembrou que há 50 anos a ‘porta da casa do Dr. Paulo’ foi a esperança de muitas mães com seus filhos doentes.

Custo-benefício

Circula entre o pessoal que sabe fazer contas de matemática em Cachoeira Paulista que o gabinete do presidente da Câmara, Rodolpho Veterinário, custa mais ao erário público que o do prefeito Antônio Mineiro. A conta é simples, segundo o pessoal que faz hora na padaria do Jorginho: além do comissionados do atendimento, ele agrega dois advogados, possivelmente apadrinhados da Motolândia. É mistério…

Jogada ensaiada

Que ninguém seja pego de surpresa em Cachoeira Paulista, caso a próxima presidência da Câmara ‘caia no colo’ de alguém da oposição. E se Leo Fênix for premiado, surja logo um inexplicável pedido de cassação do prefeito Antônio Mineiro, já que o vice Dr. Eduardo Vieira manifestou que não assume o comando da Prefeitura em hipótese alguma. Imaginem ser prefeito sem passar pelas urnas…

Jogada ensaiada II

Parece coisa de ‘gangster’… talvez seja, mas a primeira parte do plano da oposição em retomar o poder econômico de Cachoeira Paulista, pelo menos uma parte, foi feita. Numa tentativa de fragilizar o secretariado do prefeito, Carlinhos do Soluço, digo, da Saúde, ‘propôs’ ao prefeito Antônio Mineiro, através de requerimento, a separação da criação da secretaria de Transporte independente da Segurança e Trânsito – que hoje são as três unificadas e sob o comando do Major Lescura. Paralelo a isso, eles correm nos bastidores para indicar também quem seria o secretário da nova pasta, porque com o ‘homem das algemas’ não tem conver$a….

Fogo cruzado

A julgar pelos últimos acontecimentos, a ‘guerra fria’ entre as presidências da Câmara de Guará, a passada e a presente, ainda reserva muitas surpresas. Esta semana, Arilson Santos licitou os serviços de limpeza da Casa, com o termo de referência orçando R$ 97 mil. Enquanto isso, na Praça Conselheiro, ‘alguém’ que puxou as informações do período do ex-presidente Marcelo Coutinho – o Celão, verificou que sua despesa, com o mesmo tipo de serviços, somou R$ 96 mil em dois contratos durante o ano. Agora os politiqueiros do pedaço querem saber se vai render investigação para esse ano também…

Saia-justa

A notícia sobre uma determinação da Promotoria exigindo a redução de 50% dos assessores parlamentares da Câmara de Guaratinguetá gerou mal-estar e expectativas nos gabinetes esta semana. Baixa estima porque de dois assessores, o vereador vai ter que escolher um para o sacrifício; suspense sobre a decisão do presidente Arilson Santos: assina a degola ou acerta a vida da moçada com a mudança de nomenclatura dos demissionários? Ou seja, agrada o pessoal da toga ou os cabos eleitorais da concorrência!!!

De bem com a torcida

Sob aplauso da torcida, o prefeito de Pinda, Isael Domingues, encaminhou à Câmara um projeto que pede a redução da passagem de ônibus das linhas urbanas. Por ser um fato inusitado, porque há muito não se ouvia uma iniciativa dessa partindo de um prefeito, a oposição não soube nem o que falar, com exceção de ‘alguns vereadores’, querendo ser mais reais que a realeza, quase inviabilizaram o projeto, buscando reduzir ainda mais o valor da tarifa, ao ponto de quase torná-lo inexequível…

Reforço de caixa

Como diz o ditado, “ninguém resiste um bom argumento” e, em Aparecida, o efeito não seria diferente. O prefeito Luiz Carlos Siqueira – o Piriquito, após comover as autoridades estaduais e federais com o discurso da realidade econômica dos moradores da Capital Mariana da Fé, sensibilizou também os vereadores, ao ponto da presidente Ana Alice Braga anunciar plano para devolução mensal de R$35 mil do duodécimo à Prefeitura, como forma de contribuição à crise gerada pelo coronavírus.

Geração de renda

Roderley Miotto

Se depender do secretário de Desenvolvimento Econômico de Pinda, Roderley Miotto, a cidade vai permanecer no pódio das campeãs nos dados do CAGED – Cadastro Geral do Emprego.

Esta semana, Rodeley foi às redes sociais para anunciar mais 80 novos postos de trabalho, com a contratação da empresa que vai fazer a cobertura do Terminal Rodoviário – já em fase final de obras.

A notícia esquentou a política palaciana, onde dois nomes influentes do primeiro escalão de Isael Domingues disputam apoio para eleição do ano que vem.

Investimento & renda

Sylvio Ballerini

Esta semana o prefeito Sylvio Ballerini recebeu o empresário Fábio Brasil, acompanhado dos vereadores Fabio Longuinho, Beto Pereira e do secretário de Desenvolvimento Econômico Ulisses Fucuda, em seu gabinete, para conversar sobre investimento em Lorena.

Ao que tudo indica, a cidade deverá ser a sede de uma nova fábrica de produtos de limpeza com uma vasta linha de produtos.

Carta marcada

É voz corrente entre os politiqueiros de Guará, se houver uma estratégia do gabinete de Marcus Soliva em lançar dois ou três candidatos em 2024 para favorecer ‘o carta marcada’ pelo grupo, o vereador Fabrício da Aeronáutica poderá surpreender como um dos indicados ao quadro sucessório. Observaram ainda que embora ele faça parte da bancada de oposição na Câmara, seus pedidos à Prefeitura são considerados preferenciais na fila do atendimento. Talvez seja isso que tem ‘tirado o sono’ de Argus. Perguntem ao Malvadeza!!!

Que Rei sou Eu?

Se a primeira impressão é a que fica, essa semana quem acompanhou pelas redes sociais a visita do prefeito Sylvio Ballerini no Parque Rodovias para anunciar a reforma da quadra poliesportiva do bairro, imaginava que ao invés de ‘number one’ do evento, tinha sido um mero convidado do vereador que imagina ser o ‘biscoito mais crocante do pacote’…

Olimpíada eleitoral

A julgar pela escalação do time de candidatos da região para 2022, não será por boas opções que a região deixará de ser representada. Talvez faltem os votos pela falta de interesse dos eleitores em priorizar os postulantes de nossas cidades. Do Litoral, o ex-prefeito Antonio Carlos tem a opção de lançar um dos seus, Mateus ou Michelli Veneziane – talvez ambos; Delcio Sato já está acenando para toda região. No Vale os mais comentados entre os que buscam o primeiro mandato estão: Ricardo Piorino e Roderley Miotto – Pinda; Regis Yasumura, Márcio Almeida e Fabrício da Aeronáutica – Guará; Major Lescura, Daniel Munduruku e Elcinho Vieira – Lorena; Juarez Juvêncio, Paulo Vieira e Beto do Renato – Cruzeiro; Noilton Ramos e Ortiz Junior – Taubaté. Ainda outros nomes devem surgir no mercado político para a próxima temporada de caça aos votos…

Em Alta

Cruzeiro – Em um período onde a região busca por lideranças políticas em meio ao caos amplificado pela pandemia de Covid-19, a notícia divulgada pelas redes sociais da Prefeitura soou como música na tarde desta sexta-feira, quando o prefeito Thales Gabriel Fonseca e a secretária Imaculada Conceição Magalhães anunciaram a assinatura de um protocolo de intenções para aquisição de doses da vacina Sputnik V, com investimento de R$ 650 mil. Thales destacou ainda o planejamento para compra de mais imunizantes da Coronavac, em parceria com o laboratório Butantan. Enquanto muitos se dividem entre a política do quanto pior melhor e das promessas, em Cruzeiro, a dupla mostrou o que é política de resultados.

Em Baixa

São Paulo – Se a estratégia do governador João Doria tem dividido a população entre os que concordam com a paralisação de atividades e os que querem a retomada da economia com respeito aos protocolos contra o novo coronavírus, a medida tomada nesta sexta-feira pelo tucano conseguiu uma unanimidade: difícil encontrar quem não veja incoerência no mandatário paulista ao liberar o futebol e manter o rigor em outras atividades, principalmente as comerciais, que tentam respirar com ajuda de aparelhos para não padecer como as vítimas do maldito vírus. Na região, a procura por bons nomes para o Estado foi aquecida, já que o governador vai ter que inventar outro “plano”, se respirar na política até 2022…

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?